-

-

sexta-feira, 27 de abril de 2018

A menina sábia




Tímida menina do cabelo comprido
Menina envergonhada, com cara de brava
Que aos poucos era ignorada

Aquela de coração bom
Que sonha alto, e pensa grande
A ciumenta, a teimosa e a imprevisível,

Aquela que chora por tudo, a sensível
A que vive um caos
Mas consegue ser a calmaria

A que não sabe cantar e nem dançar
A que não é boa em matemática
E nem em geografia
Mas é a que sabe tentar, lutar e alcançar.

Autora: Colaboradora anônima.
(Todos os direitos reservados ao Construindo História Hoje 2018).

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.