-

-

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Rodrigo Diaz de Vivar, mais conhecido como El Cid: o maior guerreiro dos reinos da Península Ibérica.


El Cid Campeador. Imagem: Spain / Castille and Leon / Burgos.  

Rodrigo Diaz de Vivar, nome completo de um dos poucos homens imortalizados como um dos mais bravos cavaleiros de toda a Idade Média. Mais conhecido como “El Cid”, esse homem de origem nobre nasceu entre os vários conflitos que marcaram o processo de formação das monarquias nacionais da Península Ibérica. Vivendo no século XI, no começo da sua segunda metade, recebeu a adequada educação militar que o distinguira enquanto nobre e, futuramente, nos campos de batalha.

Por volta dos 20 anos, quando ainda era um aprendiz na arte da guerra, partiu para a cidade de Graus onde defendeu a população local contra a investida do reino de Aragão. Mediante suas vitórias iniciais, alcançou prestígio ao assumir o posto de comandante da milícia de Castela. Sob sua liderança, protegeu o reino a que representava contra uma tentativa de conquista feita pelos exércitos de Leão. Após a morte de Sancho, rei a quem defendia, Rodrigo viu os reinos de Castela e Leão ir para as mãos de Afonso VI.

Sob o comando do novo rei, ele abandonou os campos de batalha para empregar seus conhecimentos jurídicos em favor do novo governante. Sendo exímio jurista, tinha a difícil missão de arbitrar as contendas desenvolvidas entre os senhores de terras do reino. Retribuindo aos seus serviços, Afonso VI não poupou esforços para que seu fiel funcionário tivesse um bom casamento. No ano de 1076, Rodrigo se casou com Jimena, a filha do conde de Oviedo.

Alguns anos depois, ao ser enviado para cobrar impostos na cidade muçulmana de Sevilha, acabou surpreendido por um ataque da cidade de Granada. Nesse instante, o serviçal foi obrigado a dar lugar ao guerreiro de conquistas pregressas. Assim, conseguiu defender os sevilhanos contra os exércitos vizinhos ao organizar habilmente suas tropas. Com a vitória, ele despertou a fúria e a oposição de vários nobres que tinham sido vítimas de sua espada. 

Em um complô, a nobreza que se enfurecia contra Rodrigo promoveu um ataque à cidade de Toledo. Injuriado contra os seus opositores, aproveitou das forças de seu pequeno exército para invadir esse mesmo núcleo urbano. Agindo sem a permissão do rei, acabou sendo banido do reino de Castela e Leão. Dessa forma, abandonou o perfil de simples serviçal para então assumir a função de mercenário. Para sobreviver, ele abandonou os ideais de fidelidade para guerrear em troca de riquezas.

Inicialmente, tentou oferecer os seus serviços para o conde de Barcelona. Sem uma resposta positiva, se aliou aos muçulmanos que ocupavam a porção centro-sul da Península Ibérica. O cavaleiro nascido em um reino cristão passou a defender os muçulmanos da cidade de Zaragoza contra a investida de militares espanhóis interessados em conquistar terras. Durante essas lutas, aprisionou Berenguer Ramón II, o conde de Barcelona que havia anteriormente rejeitado seus serviços.



segunda-feira, 19 de agosto de 2013

A historiografia e a memória social


História e memória social. Imagem: Comunicação Chapa Branca. 

Veremos no seguinte texto a ação da memória social dentro da historiografia e as implicações de seu emprego e as marcas da memória social nos eventos históricos. Diante da discrepância que emerge do confronto da historiografia com as fontes e vestígios produzidos pelos acontecimentos na história e as fontes e vestígios memoriais produzidos pelo evento em si. Buscando desse modo uma perspectiva de uma história social da lembrança. Essas disputas pelas representações do passado no âmbito da memória procedem pelas reflexões sociológicas, a memória tornou-se um conceito central na área das humanidades. Os historiadores, por seu turno, transformaram-a em fonte, submetendo-a a crítica e desconfiando de seu apelo à verdade em função da imensa subjetividade que ela carrega. Na historiografia, a reflexão sobre a memória social.

Mas, como podemos estudar existem outros diálogos possíveis, os quais nos apontam para a referida história social da lembrança, ou seja:

“O modo como cada sociedade organiza e reflete sobre o seu passado torna-se objeto de reflexão para o historiador.”
Noé Freire Sandes

As afirmações de Maurice Halbwachs nos faz compreender o quão importante é para nosso estudo, de que “a lembrança é, em larga medida, uma reconstrução do passado com a ajuda de dados emprestados do presente e, além disso, preparada por outras reconstruções feitas em épocas anteriores e de onde a imagem de outrora se manifestou já bem alterada.” Desse modo abandona-se aqui a perspectiva da lembrança bergsoniana (Doutrina do filósofo francês Henri Bergson, conhecido principalmente por Ensaios sobre os dados imediatos da consciência, matéria e memória.) como conservação total do passado, para concebê-la como um refazer e não um reviver. Mas, como afirma Halbwachs a representação da memória coletiva como um trabalho coletivo de construção da lembrança. Ele propôs uma definição sociológica da noção de memória coletiva em que assegurou que o indivíduo não se lembra sozinho, o que implica afirmar que o indivíduo volta-se para o passado sempre de acordo como olhar de seu grupo, ou melhor, de seus grupos, pois o indivíduo está inserido num contexto familiar social, nacional, político etc. Desse modo toda a memória é, por definição, coletiva e, portanto, ela impor-se-ia ao pensamento individual. Nessa direção, o sentido ativo do sujeito na história é diluído ou mesmo anulado pelas forças coletivas que passam a subsistir por si mesmas, reflexão marcadamente anti-histórica. Daí não podermos mais referendar sem restrições as posições durkheimianas (Émile Durkheim é considerado um dos pais da Sociologia tendo sido o fundador da escola francesa, que combinava a pesquisa empírica com a teoria sociológica.) da sociologia da memória de Halbwachs. De todo modo, vale ressaltar que o próprio texto de Halbwachs contém recursos de uma crítica que pode ser voltada contra ele. Trata-se do uso quase leibniziano (Gottfried Wilhelm Leibniz foi um filósofo, cientista, matemático, diplomata e bibliotecário alemão.) da ideia de ponto de vista, de perspectiva, pois ele assevera:

“Se a memória coletiva tira sua força e sua duração por ter como base um conjunto de pessoas, são os indivíduos que se lembram, enquanto integrantes do grupo. De bom grado, diríamos que cada memória individual é um ponto de vista sobre a memória coletiva, que este ponto de vista muda segundo o lugar que ali ocupo e que esse mesmo lugar muda segundo as relações que mantendo com outros ambientes.”

Maurice Halbwachs

Assim o próprio Halbwachs, ao afirmar a ideia de perspectiva individual, já dá margem para que a noção de quadro social não se estabeleça tão rigidamente.

            Através das críticas antropológicas da memória avaliamos de modo mais delimitado alguns problemas que os usos do conceito memória coletiva apresenta, quais sejam provocar a confusão entre as lembranças memorizadas e as lembranças narradas; reduzir a existência da memória coletiva com base em atos como comemoração, construção de museus, mitos, etc. Semelhantes atos não são suficientes para atestar a existência de uma memória coletiva.

“Ao afirmar que, se uma teoria é uma proposição em que há certo valor explicativo do real, não podemos verdadeiramente falar em teoria da memória coletiva, posto que ela não explica de que maneira as memórias individuais, que são as únicas atestadas biologicamente, podem se aglomerar para constituir uma memória coletiva.”

Joël Candau

Ainda que a perspectiva antropológica perceba a memória como uma faculdade individual, é possível distinguir duas formas de memória em que ela seja compartilhada: a protomemória e a metamemória.

Protomemória: é o que podemos chamar de memória hábito, que são saberes do corpo que se adquirem em ações cognitivas ao longo do mais precoce processo de socialização. É mais uma presença do passado que uma memória do passado. É um sistema inteiro de conhecimento que se revela automaticamente em determinados momentos.

Metamemória: é a representação que cada indivíduo faz de sua própria memória. É uma memória reivindicada. E, como ela é reivindicada, é a dimensão essencial da construção da identidade individual. Ao se tratar de usa forma coletiva, ela será por nós brevemente analisada neste estudo como a memória reivindicada pelo grupo, a memória que o grupo supõe ter. Ainda seguindo a abordagem da antropologia da memória nos estudos de Joël Candau, supomos que a metamemória coletiva ajuda o grupo a pensar-se como uma comunidade e contribui para modelar um mundo onde o compartilhamento da memória faz-se ontológico. É a partir dela que os representantes de um grupo creem compartilhar de um passado comum. É nesse sentido que ela estabelece a unidade simbólica do grupo, uma vez que ela representa o grupo como pertencente a um todo homogêneo e integrado.

Memória Social: para entendermos esta categoria, partimos da ideia de que existe um passado espacial e historicamente distante que se impõe à sociedade como memória social. Nessa direção, formula-se um projeto narrativo capaz de orientar o cidadão acerca do sentido temporal de sua comunidade. Nesse sentido adotamos o conceito de Memória Social atentos a, sobretudo, duas de duas propriedades: 

a) Ela é medida por leituras do passado disponibilizadas no espaço público por ampla rede discursiva. 

b) Lida com vetores de memória, em que se destacam a grande mídia e os textos destinados ao ensino de História. Como vetor, a memória transforma-se em meio capaz de ordenar a diversidade da experiência social.


sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Análise comparativa da Revolução de 30, tendo por base os textos de Sandra Jatay Pesavento, Sônia Regina Mendonça e Roberto Luis Lopez.


Getúlio Vargas e sua comitiva em Itararé-SP. Imagem: Larousse Cultura.

Nessa análise comparativa procurarei por meio dos textos de Sandra Jatay Pesavento, “A Revolução de 30: os anos de transição”, Sônia Regina Mendonça em “Da Revolução de 30 ao Estado Novo” e Roberto Luis Lopez, com o texto “Os caminhos da Revolução de 30”. Trabalharei em estabelecer os pontos comparativos relevantes entres os autores sobre a Revolução de 30, baseado nas obras elaboradas pelos mesmos que acabo de citar. Usarei por base o cruzamento de informações fornecidas pelos autores para estabelecer se suas opiniões se assemelham ou não em relação aos respectivos temas dentro da temática estabelecida.


Getúlio Vargas no Palácio do Catete em 31 de outubro de 1930, no dia que chegou ao Rio de Janeiro, após vitoriosa a Revolução de 1930. Imagem: Enciclopédia Larousse Cultural.

Quando analisamos o texto de Sandra J. Pesavento, vemos que ela procura especificar que a dita “Revolução” de 30, foi na realidade um Movimento e não Revolução, pois não mudou a classe dominante nem o sistema político vigente. Ela vê uma “Revolução” que ocorreu devido ao esgotamento do padrão capitalista baseado na agroexportação de um só produto, o café. Já o autor Roberto Luis Lopez, nos mostra em seu texto que já nos fins da década de 1920, o descontentamento existente podia levar a uma conflagração, mas para que ela pudesse ocorrer deveria haver uma cisão a nível das oligarquias. O autor Roberto Luis Lopez também quando trata da questão “Revolução”, ele nos destaca o fato que a “Revolução” de 1930 não foi uma “Revolução Nacional”, como dizem, a não ser pelos desdobramentos de seu núcleo desencadeador original. Ela teve por base um movimento regional, partindo sobretudo do Rio Grande do Sul, Minas e Paraíba, embora a conspiração tivesse se processado em nível nacional. A escritora Sônia Regina de Mendonça, estuda a chamada “Revolução” de 30, como um Golpe de Estado e não uma Revolução. Definindo como um período de crise política aberta (Sônia Regina de Mendonça, 237). Ela também nos passa uma visão do golpe de outubro de 1930, como um deflagrador do deslocamento da tradição oligárquica paulista do epicentro do poder, enquanto que os demais setores sociais a ele articulados e vitoriosos não tiveram condições, individualmente, nem de legitimar o novo regime, nem, tampouco, de solucionar a crise econômica (Sônia Regina de Mendonça, p. 237).
-->

Isto deveria ocorrer a fim de que as hesitações pudessem desembocar numa ação concreta. Essa cisão no bloco oligárquico que manipulava a presidência da República veio quando em 1929, Washington Luís, escolheu para sucedê-lo um paulista, Júlio Prestes, ao invés do mineiro, como seria de esperar em vista do rodízio tradicional prescrito no acordo “Café-com-leite”. Desses acontecimentos se formou por meio da aliança entre Minas Gerais e Rio Grande do Sul a Aliança Liberal, uma facção dissidente das oligarquias, que apresentou uma chapa oposicionista nas eleições de 30, com Getúlio Vargas para Presidente e João Pessoa para vice-presidente (Roberto Luis Lopez, p. 60) .

 A autora nos mostra que essa hegemonia do café tornava os cafeicultores politicamente poderosos. Devido a esse fator o grupo que empolgou o poder imediatamente pós-30 era constituído por membros dos setores agropecuários nãoexportadores associados com militares da oficialidade tenentista (Sandra Jatay Pesavento, p. 41). Essa mudança no sistema de agroexportação, permitiu que os agropecuaristas nãoexportadores conseguissem estabelecer maiores alicerces do modelo capitalista no Brasil que por consequência gerou um maior desenvolvimento do país. Isto tudo seguido da falência dos produtores cafeicultores que deixaram um vácuo no mercado internacional de agroexportação. Nas vias políticas o assassinato de João Pessoa, vice-presidente na chapa de Getúlio Vargas para presidente pela Aliança Liberal, foi decisivo contrapeso à apatia dos oposicionistas que conspiravam para fazer uma revolução depois de terem perdido as eleições de março. O governo foi acusado do crime e a tensão reacendeu a chama conspiratória e facilitou a decisão para a ação. Enfim, o assassinato de João Pessoa funcionou como um aglutinador de forças e um mobilizador de vontades (Roberto Luis Lopez, p. 62) ..

Havia a necessidade dar nova legitimidade ao Estado, ampliando-o enquanto participação dos diferentes setores sociais. Achava-se ainda o problema dos interesses regionais e setoriais das várias facções da burguesia brasileira. Do mesmo modo havia a aliança com o Exército e expectativa das camadas médias urbanas e a necessidade de incorporar de modo tutelado a massa popular das cidades (Sandra Jatay Pesavento, p. 41). Vemos que o  Exército insatisfeito com o governo civil se antecipou aos revoltosos da Aliança Liberal e aliados que derrubaram o presidente Washington Luis e entregou o poder aos revolucionários que procuravam medidas para legitimar seu poder. E para tanto entregaram o cargo máximo da República ao chefe da Revolução, Getúlio Vargas, que tomou posse em 3 de março de 1930 (Roberto Luis Lopez, p. 63) .

Segundo autora Sandra Pesavento, a “Revolução” de 30 solidificou o capitalismo e as estruturas do poder burguês, pois foi mais uma etapa da revolução burguesa que se desenvolvia no país, construindo progressivamente um modo capitalista de produção e solidificando as estruturas políticas e administrativas de constituição da burguesia. Para buscar novas saídas para o Brasil que não a agroexportação, o governo recorreu à emissão e desvalorização da moeda, a destruição de safras de café para aumentar seu valor no exterior, mas paralelamente a tais medidas o governo empenhou-se na diversificação da economia brasileira. Esta diversificação das exportações brasileiras devido ao recuo da posição ocupada pelo café, faria entrar divisas e a nação restabeleceria o equilíbrio da sua balança comercial. Como também nos mostra Roberto Luis Lopez, que com a “Revolução” de 1930, surgiu um novo Estado, um Estado liberto do controle das antigas oligarquias e que seria obrigado a levar em consideração e a exprimir outros anseios. Um Estado mais complexo, mais heterogêneo em seus objetivos, em condições de assumir uma posição arbitral em momentos de crise da sociedade brasileira (Roberto Luis Lopez, p. 64). Como nos mostra em seu texto Sônia Regina de Mendonça ao avaliar sobre suas palavras o Golpe (“Revolução”) de 1930 e do Estado dele resultante que se distingue historicamente por se dividir em torno do caráter burguês ou não da “Revolução”, responsável pela emergência de uma atuação estatal modernizadora – ou conservadora – da economia brasileira (Sônia Regina de Mendonça, p. 237).

Neste ponto a autora Sandra Jatay Pesavento nos deixa clara sua visão extremamente marxista como historiadora, achando necessário haver uma Revolução Burguesa para então ocorrer a “verdadeira” Revolução comunista e muitos historiadores consideraram a “Revolução” de 30 esse evento (Sandra Jatay Pesavento, p. 44).

Com a diversificação da economia houve o recuo das importações e a integração do mercado interno brasileiro com notória economia de divisas, uma vez que as diferentes regiões trocariam entre si produtos que antes adquiriam no mercado exterior (Sandra Jatay Pesavento, p. 42). Autores como Sônia Regina Mendonça, que interpreta a “Revolução” de 30 como a verdadeira “Revolução” burguesa no Brasil, entendida, dogmaticamente, como a ascensão da burguesia industrial ao aparelho de Estado. Em consequência desta tomada do poder, implantar-se-ia de fato a indústria de base no país, único meio capaz de superar o dilema criado pela coexistência dos setores arcaico (agroexportação) e moderno (o polo urbano-industrial) na sociedade brasileira (Sônia Regina de Mendonça, p 237).



Em relação às trocas nacionais inaugurou-se o sistema de intercâmbio produto-produto, sem mediação de divisas, como com a Alemanha e a Itália. O governo também trabalha para tornar a indústria o novo setor de ponta da economia brasileira. O desenvolvimento industrial pós-30 é um desenvolvimento progressivo deste setor desde a última década, levando a cabo que a acumulação do capital passou do setor agrário para o industrial. Havia com esse modo modelo político-econômico a necessidade de uma nova maneira de controlar os trabalhadores, segundo nos aponta a autora Sandra Pesavento à solução foi dada através da intervenção direta do Estado no mercado de trabalho, através da legislação social e da sindicalização das classes produtoras. Vemos essa presença de interesses já na Aliança Liberal que já propunha em 1929 em sua plataforma algumas medidas de proteção aos trabalhadores, e, segundo, porque fez constar, nesta mesma plataforma, a defesa das liberdades individuais, a anistia e a reforma eleitoral. Em suma a Aliança Liberal, a despeito da composição oligárquica, fez questão de introduzir itens progressistas de modo a angariar simpatias de faixas da classe média urbana e conseguiu-o (Roberto Luis Lopez, p. 60) .


quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Citações


Neste espaço estarei colocando citações e reflexões de autores diversos, espero que possam contribuir para o crescimento espiritual e intelectual de meus amigos construtores. 

Construtor CHH

(Criador e Administrador do Projeto Construindo História Hoje)



“Nada é mais aflitivo ao ser humano do que estar de posse da Verdade e sentir-se sozinho com a verdade. Notar-se que a Verdade vai produzindo deserções dos que a não podem compreender. E estar em íntima convicção de que se faz mister a Verdade, como quem esconde precioso tesouro, para que não a vejam antes do tempo, e, vendo-a antes do tempo, não se escandalizem.”

Plínio Salgado (A Vida de Jesus, 1942)

“A criação do Universo é um mistério de certo modo compreensível. O Infinito criando o finito. O Eterno suscitando eternidades. O Absoluto determinando a harmonia dos relativos.”

Plínio Salgado (A Vida de Jesus, 1942)

“Os olhos são, realmente, o espelho da alma; são o mais singular dos meridianos, marcando, minuto a minuto, as gradações da luz material e oferecendo-nos, por isso mesmo, a imagem do ritmo das retrações e das expansões do espírito, segundo nos integramos, a mais ou a menos, no dionisíaco esplendor da natureza objetiva.”

Plínio Salgado (A Vida de Jesus, 1942)

“[...] Jesus não é somente um personagem histórico, que nasceu, viveu e agiu no seu tempo e depois desapareceu nas trevas do passado. Para Jesus não existe passado. A sua vida estende-se a todas as gerações humanas. Ele está vivo e presente na Palestina e nas suas adjacências, onde foi visto de preferência entre os camponeses, pescadores e gente pobre.”

Pe. Mondrone S.J

“A burguesia não é uma classe; é antes um estado de espírito, uma mentalidade, um método de vida. Muitos se estenderam em estudos sobre a burguesia, sob o aspecto das condições econômicas e nas suas consequências políticas e sociais. Poucos, insiste Plínio Salgado, procuram penetrar-lhe o espirito, que não é algo de inerente ou de exclusivo da classes sob os aspectos mais contraditórios e revela uma concepção de vida em pleno desacordo com o fim sobrenatural do homem.”

Pe. Mondrone S.J (Prefácio do Livro Vida de Jesus de Plínio Salgado)

“As paixões e loucuras dos homens continuam as mesmas e a necessidade do Cristo é sempre a mesma.”

Plínio Salgado (A Vida de Jesus, 1942)

“Cada coisa tem sua preciosidades, e o zelo por elas indica a essência da nossa humanidade. Afinal, é por causa da nossa grande capacidade de zelo que eu continuo otimista de que enfrentaremos os perigos que temos diante de nós.”

Bill Joy

“O conhecimento não é fundamento lógico para a inação. Podemos duvidar de que conhecimento se tornou uma arma que apontamos para nós mesmos?”

Bill Joy

“Por natureza todos os homens desejam saber.”

Aristóteles

“1-Um robô não pode ferir um ser humano ou, por não agir, permitir que um ser humano seja prejudicado. 2-Um robô deve obedecer às ordens dadas por um ser humano, a não ser que elas conflitem com a Primeira Lei. 3-Um robô deve proteger a própria existência, desde que tal proteção não conflite, com a Primeira e a Segunda Lei.”

As Três Leis da Robótica de Isaac Asimov
                                                                                                                                   
“Se há dois ou mais modos de fazer uma coisa e um deles pode resultar em catástrofe, então alguém o executará.”

Lei de Murphy (Engenheiro Espacial Edward Murphy)

“Tudo que possa dar errado dará.”

Lei de Finagle ( Escritor de Ficção Larry Niven

“Talvez se chegue a um estágio em que as decisões necessárias para manter o sistema em funcionamento venham a ser tão complexas que os seres humanos não tenham inteligência suficiente para toma-las. Nesse estágio, as máquinas terão controle total.”

Theodore Kaczynsky

“O que afirmamos é que a humanidade se deixaria levar facilmente a tal dependência das máquinas que não lhe restaria opção senão a de aceitar todas as decisões delas.”

Theodore Kaczynsky

"Antes de transpores esta porta, consulta teu coração: És capaz de renunciar aos prazeres, ambições, interesses, à própria vida, pela grandeza da pátria ? Se ele disser "SIM" então entre e encontrarás aqui teus irmãos e tua glória."

Plínio Salgado
                                                                                                                     
"O Integralista é o soldado de Deus e da Pátria, o homem novo do Brasil, que vai construir uma grande Nação."   
  
Plínio Salgado

"Vale a pena chamar muitos, ser atendidos por poucos, ver alguns desertarem, assistir a destruição de tudo o que fizemos e recomeçar de novo, e mil vezes repetir com tenacidade, cada vez mais inquebrantável."

Plínio Salgado
                                                                                                                       
"Se és incapaz de sonhar, nasceste velho. Se o teu sonho te impede de agir segundo as realidades, nasceste inútil; se porém sabes transformar sonhos em realidade que encontram com a luz do teu sonho, então serás grande na tua pátria e a tua pátria será grande em ti."

Plínio Salgado
                                                                                                                       
" Brasileiros! Um dia a História vai nos julgar. Eu estou tranqüilo com a minha consciência porque tenho cumprido o meu dever. Vim ao mundo para assistir a este quadro do meu Brasil, e não fiquei indiferente. Tomei o partido da Pátria e de Deus. Eu Estou tranqüilo."

Plínio Salgado
                                                                                                                       
" No fundo da alma de qualquer povo dormem, ignoradas, forças infinitas. Quem as souber despertar, moverá montanhas." 
         
Gustavo Barroso
                                                                                                                       
"Convença-te a ti mesmo e depois convencerá os outros."    
  
Plínio Salgado

"Brasileiros! Um dia a História vai nos julgar. Eu estou tranqüilo com a minha consciência porque tenho cumprido o meu dever. Vim ao mundo para assistir a este quadro do meu Brasil, e não fiquei indiferente. Tomei o partido da Pátria e de Deus. Eu Estou tranqüilo."

Plínio Salgado

" O maior testemunho que um cristão pode dar é o exemplo de sua vida. E a maior pregação que pode oferecer é uma vida reta diante dos ensinamentos de Jesus Cristo, deste modo mostrarás que é verdadeiramente um servo e Deus e não de sua própria vontade."

Construtor CHH

"A poucos anos temiamos que as máquinas fossem substituir os humanos em suas funções laborais. Hoje vêmos que o real temor é que estão transformando gradualmente os humanos em máquinas."

Construtor CHH

“É indubitável que muitas pessoas têm medo da liberdade porque a oportunidade de construir a própria vida também implica um encargo infindável – uma disciplina que o homem deve se impor, se quer atingir os seus objetivos. [...] Quando tentamos trocar liberdade por segurança, podemos ficar sem nenhuma das duas coisas. No fim, a nossa humanidade se esvai.”

Construtor CHH

“A liberdade de escolha está diretamente ligada a assumirmos responsabilidade pelas escolhas que fazemos. Se não somos responsáveis pelas escolhas, o nosso senso moral e o nosso eu prudente são mutilados em detrimento de nós mesmos como indivíduos livres.”

F.A Hayek

“É melhor ser um humano insatisfeito do que um porco satisfeito; melhor ser um Sócrates insatisfeito do que um bobo satisfeito.”

John Stuart Mill

"Por exemplo, alguns diriam que a dependência da tecnologia e o apego a ela são descontrolados. É claro que nos beneficiamos muito com a tecnologia. No entanto, talvez um resultado negativo seja que ela às vezes atrapalha ou impede a autêntica interação humana. Sem estarmos sempre inteiramente conscientes disso, somos condicionados socialmente ou de outra forma, por sermos criados dentreo de tais 'sistemas', de modo que não mais vemos a sua natureza forjada. Somos 'cegos', a ponto de o 'sistema' nos controlar."

Glenn Yeffeth


“Vivemos uma nova era, não simplesmente a pós-moderna, mas a ‘pós-humana’, na qual temos de redefinir o significado de ser humano.”

Glenn Yeffeth

“Uma vez que as coisas que usamos são cada vez mais resultado de processos industriais complexos perdemos contato com a realidade subjacente dos produtos que consumimos.”

Glenn Yeffeth

“Uma vez que o dinheiro se tornou um ‘equivalente universal’, diante do qual se avalia tudo na vida, as coisas perderam realidade material (os usos do mundo real, o suor e as lágrimas do trabalhador).”

Glenn Yeffeth

“[...] nós compramos produtos não mais por causa de uma necessidade real, mas por causa dos desejos, que são cada vez mais definidos por comerciais e imagens comercializadas.”

Glenn Yeffeth

“No geral, estamos basicamente iludidos. Quer dizer, pensamos que nos importamos bastante com amor, humor, conversas, história, arte, música, moda, esportes, caridade, religião e ideias abstratas. Mas na hora do vamos-ver, seguimos que os genes usam para orientar os nossos atos, e esses sentimentos acabam tendo menos relação com essas coisas abstratas do que pensamos. Uma teoria é que as pessoas muito conscientes a respeito de tais coisas costumam não ser aliadas confiáveis. Alguém que consiga rejeitar esses sentimentos com base em cálculos conscientes daquilo que lhe interessa pode decidir que não mais lhe interesse ser leal a você.”

Glenn Yeffeth

“Os professores universitários dizem ter escolhido a carreira pelas ideias, mas as suas conversas constituem-se principalmente de fofocas, e o seu rendimento cai vertiginosamente assim que conquistam a estabilidade no emprego.”

Glenn Yeffeth

“Achamos que conversamos para obter informações dos outros; na verdade, preferimos falar a ouvir. Se fizéssemos o possível para formar crenças sobre a realidade do mundo, não discordaríamos intencionalmente dos outros; na verdade, discordamos o tempo todo. Costumamos pensar que somos mais capazes do que somos e que a nossa paixão pelos outros durará mais do que dura.”

Glenn Yeffeth


“Iminente colapso da trajetória da nossa cultura atual é visível através de dois mundos: um, em que se diz a todos o que pensar por intermédio de uma caixa a que eles assistem durante metade do tempo em que estão acordados; outro, em que esse sinal é transmitido diretamente ao cérebro de todos. No primeiro mundo, todos são instruídos sistematicamente a ver o mundo de certo modo, e aqueles que discordam são eliminados da hierarquia educacional, afirmando-se o tempo todo que esses últimos têm liberdade de expressão.”

Glenn Yeffeth

“Será que deveríamos seguir os exemplos das ‘subculturas’ como as Amish e Bruderhof que pararam de ver televisão quando perceberam que as crianças já não cantavam tanto. Pararam de usar e-mail quando notaram que ele não só não melhorava a comunicação, como ainda tinha uma tendência destrutiva.”

Glenn Yeffeth

“Sempre utilizamos a tecnologia para melhorar as condições de vida, mas, mesmo assim, com o advento de cada tecnologia deparamos com o clássico pacto de Fausto – a obtenção de uma coisa em detrimento de outra, quase sempre incógnita.”

Glenn Yeffeth

“Vejo um tempo no futuro em que seremos para os robôs o que os cães são para os seres humanos.”

Claude Shannon, (The Mathematical Theory of Communication, 1949)

“Os humanos sabem muito bem como escrever, falar, poetizar e declamar sua humanidade, mas por mais admirável que pareça são incapazes na grande absurda maioria das vezes de praticar sua própria utopia existencial, em ser de fato humanos. Uma espécie que se auto idealizou como uma criatura suprema e benevolente cai em seu próprio abismo vazio. Abismo que esta no seu interior, um interior que de humano não tem nada, pois na realidade talvez seja o inverso. Eles procuram por uma natureza que nunca foi sua, mas que de algum modo estão cientes de sua existência. Alguns até lutam por pratica-la, mas na maioria das vezes sucumbem diante da ferrenha oposição, ou realmente se tornam humanos e se separam do restante da espécie decadente da qual um dia fizeram parte.”

Construtor CHH

“Religiosos, há 200 mil anos afastando os humanos de Deus. Jesus Cristo, a 2 mil anos levando os humanos a conhecerem sua verdadeira razão de existirem.”

Construtor CHH

“Quando os pais se habituarem a deixar os filhos fazer o que quiserem, quando os filhos não levam mais em conta suas palavras, quando os mestres tremem diante de seus alunos e prefere bajulá-los, quando, finalmente, os jovens desprezam as leis porque acima deles não reconhecem a autoridade de ninguém nem de nada, então está aí, em toda sua beleza e em toda sua juventude, o começo da tirania”.

Platão

“O maquinismo gera aquilo que A. Varagnac chamava de ‘o corpo sem ocupação’ e as neuroses que daí deriva. O trabalho em cadeia, a conduta automática desenvolve um ódio e uma agressividade latentes numa sociedade onde todos os contatos e todas as operações humanas não se estabelecem senão sobre relações de força, como na mais primitiva espécie animal. Era o que fazia com que Tácio dissesse que quanto mais um sistema é corrompido, mais há leis. Para destruir unicamente os efeitos particulares, cria-se um egoísmo coletivo que apoia sua lei na opressão ou na sombra do gulag.”

Paul Du Breuil

“Este mundo frequentemente não passa de uma carranca que pretende sorrir e, por melhor que seja organizado, nossa alma aspirará sempre outras alturas, outros horizontes, porque ela, a alma, responde ao apelo do Infinito de sua natureza.”

Paul Du Breuil

“Todo homem traz em si mesmo o céu e o inferno e é a ele que cabe escolher, mesmo sabendo que ao fazer o bem ele pode colher o mal, pois sua nova lei transcende as normas deste mundo tão complexo.”

Paul Du Breuil

"Não tente ser inteligente. Fale sempre a verdade."

Filme: “Deus não está morto!”


(...) Eu odiava cada minuto do treinamento, mas eu disse, "Não pare. Sofra agora para viver o resto de sua vida como um campeão. "

-Muhammad Ali

"Você pode ter o que quiser, se você estiver disposto a esquecer a crença de que você não pode tê-lo."
-Robert Anthony

"Não há um homem vivo que não possa fazer mais do que ele pensa que pode."

-Henry Ford

"Dê-me um funcionário de estoque com um objetivo, e eu lhe darei um homem que vai fazer história. Dê-me um homem sem um objetivo, e eu lhe darei um funcionário de estoque. "

-JC Penny

"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo."

-Dr. Forrest C. Shaklee

"Não é sobre o tempo, é sobre as escolhas. Como você está gastando suas escolhas? "

-Beverly Adamo

"Sucesso ... parece estar conectado com ação. As pessoas de sucesso estão sempre em movimento. Eles cometem erros, mas eles não desistem. "

-Conrad Hilton

"Issa é exatamente a pergunta que todos deveriam estar se perguntando, por que não? - Por que não você?, por que não agora ...? "

-Timothy Ferriss

"A intolerância do seu presente cria seu futuro."

-Mike Murdock

"Os sonhadores são os salvadores do mundo".

- James Allen

"O destino não é uma questão de sorte, é uma questão de escolha."

-Anônimo

"O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos."

-Eleanor Roosevelt

"A qualidade de vida de uma pessoa é diretamente proporcional ao seu compromisso com a excelência, independentemente do seu campo escolhido ou esforço."

-Vince Lombardi

"É preciso coragem para crescer e tornar-se quem você realmente é."

-EE Cummings

"Nunca é tarde demais para ser o que você poderia ter sido."
-George Eliot

"Como alguém se torna uma borboleta? Basta querer voar tanto, até chegar ao ponto de estar disposto a desistir de ser uma lagarta. "

-Trina Paulus

"Não deixe o que você não pode fazer; interferir com o que você pode fazer."

-John Wooden

"Um homem com coragem faz uma maioria."

-Andrew Jackson

"O fracasso é a oportunidade de começar de novo com mais inteligência."

-Henry Ford

"Tente não se tornar um homem de sucesso, mas sim tente tornar-se um homem de valor."

-Albert Einstein

"Jamais algo grande demais será alcançado sem grandes homens, e os homens são grandes apenas se eles estão determinados assim ser. Dá-se glória apenas para aqueles que sempre sonharam com ela. "

-Charles De Gaulle

"A mente é seu próprio lugar, e em si pode fazer um céu do inferno, um inferno do céu."

-John Milton

"Você não pode manter uma visão verdadeira e clara da riqueza se você estiver constantemente voltando sua atenção para imagens opostas, sejam externas ou imaginárias."

D. Wattles-Wallace

"Toda grande história no planeta aconteceu quando alguém decidiu não desistir, mas continue não importa o que aconteça."

-Spryte Loriano

“A criação de mil florestas está em uma semente.”


- Ralph Waldo Emerson

“O primeiro grande combate de um construtor é desconstruir todos os conceitos pré-estabelecidos. Deste modo iniciando o processo de construção (reconstrução), partindo de bases sólidas e conscientes das Teorias históricas, cíclicas, linear e a mais interessante à Teoria da Teia Histórica de Eventos.”

Construtor CHH

“Nas bases sólidas do livre arbítrio, cada humano é o construtor e responsável por suas palavras, atos e opiniões.”

Construtor CHH

“Os humanos são em primeira análise os construtores e responsáveis pelas suas próprias vidas.”

Construtor CHH


“Os mistérios depois de revelados deixam de ser interessantes, mas para nossa benção, estamos cercados de mistérios!”

Construtor CHH


“Os humanos acreditam que suas máquinas replicantes, podem um dia serem seus iguais. Mas na realidade, não passa de pura autoproclamação para considerarem-se criadores.”

Construtor CHH


“Desistir deve ser uma palavra apagada de seu dicionário existencial. A única coisa que podemos fazer é recuar para reorganizar-se para voltar a persistir na meta estabelecida.”

Construtor CHH


“Manter observação permanente sobre a evolução da história, registrando todos os eventos importantes em todos os séculos a partir da perspectiva (CHH) Construtora da História Humana.”

Construtor CHH


"O egoísmo é uma praga que se alastra em nossa sociedade. Nos ditos dias modernos de hoje como nunca antes houve na história humana que por si só já é repleta de ganância e egoísmo. Principais características de egocêntricos que dominam essa sociedade materialista e mecanicista. As pessoas não compartilham informações uteis com seus semelhantes, mas guardam para si, pois querem poder dizer com especial peculiaridade seu grande feito sem que os outros saibam os diversos benefícios que ela teve para poder chegar até aquela conquista ou acontecimento. Isso acontece entre amigos, colegas de trabalho, faculdade, familiares e até mesmo na rua quando você pede uma informação. A verdade é que no fundo desejam somente para elas, sua religiosidade somente é exterior, mas no interior estão podres são como diz as escrituras Sagradas em Mateus 23:27: Sepulcros Caiados (Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia), belos por fora e podres por dentro."

Construtor CHH

“Para aqueles que não têm alma, de nada adianta perde tempo tentando explicar às coisas inerentes as questões humanas, pois sem alma sem humanidade.”

Construtor CHH



“Os filhos e filhas de Mammon veem em todos a sua própria pobre ignomínia, pois são incapazes de ler além da matéria, pois são matéria, e para a aquisição dela vivem e matam. Destroem sonhos e vidas.”

Construtor CHH

"As crianças, é nela que deposito minha confiança no futuro da humanidade, pois nós e as gerações que nos antecederam decepcionaram o Senhor que confiou o Universo como um jardim para ser cuidado por nós. Mas, nossa espécie mostrou-se péssimos jardineiros."

Construtor CHH

"A vida é um presente de Deus e é nosso dever como humanos honrar essa grande dádiva."

Construtor CHH

"A escuridão poderá tentar resistir a luz, mas no final ainda que tarde a verdadeira luz cortará e dissipará toda escuridão."

Construtor CHH


"Um verdadeiro professor  é feito cem por cento de amor e dedicação."

Construtor CHH


"A obsolência programada surgiu junto com a produção em massa. Seu objetivo era aumentar os lucros das empresas reduzindo a durabilidade dos produtos. Deste modo o cliente compraria algo com prazo de validade para 'estragar', tornando o cliente um eterno comprador de produtos 'batizados'."

 Construtor CHH


"Não me peça que limite meus estudos por ser conveniente aos interesses alheios ao conhecimento e a busca pelo constante aperfeiçoamente. Caso não deseje ler, as redes sociais disponibilizam um simples botão para resolver esse problema: Desfazer 'amizade'. Resolva seus problemas lendo livros, não ensinando outras pessoas a destrui-los, pois estamos em pleno século XXI. Sejamos civilizados!"

Construtor CHH


"A vida é como um jardim. Podemos ter momentos perfeitos, mas não preservá-los, a não ser na memória". 

Leonard Nimoy

Lógica

"A lógica é apenas o princípio da sabedoria, e não o seu fim." 

Spock (interpretado por Leonard Nimoy)


"A primicia do respeito inter-religioso e cientifico é saber diferenciar religião de religioso. A religião é constituida de crenças e dogmas que não necessitam de provas, são aceitos únicamente pela fé. O religioso faz interpretações do que sua religião ensina, o que leva muitas vezes ao fundamentalismo. Então toda vez que um descrente (não-crente), generaliza dizendo que os Cristãos matarão tantas pessoas  durante a história, ou diz que a religião islamica prega o assasssinato. Estas palavras estão generalizando e sendo utilizadas de má-fé  para atacar algo que eles não tem provas para contestar. Pois por meio de acusações a pessoas tentam desacreditar  a existência de nosso Deus Único, o Deus de Abraão, o pai na Fé dos JUDEUS, CRISTÃOS E MUÇULMANOS. Saibam que não necessitamos de provas, ainda que vocês queimassem todos os nossos templos, todos os nossos livros sagrados, continuariamos existindo, pregando sob o sol, a lua em cavernas, nos desertos, nas florestas. Mesmo sem os livros continuariamos contado os feitos de nossos ancestrais na fé de forma oral de pai para filho. Entendam que estamos aqui há praticamente 6000 anos orando ao Deus de nossos profetas; Adão, Seth, Enoque, Matusalém, Noé, Abraão, Isaque, Jacó, Elias, João Batista e tantos outros que  foram enviados por Deus. Respeito....não fale sobre o que desconhece, não fale se não leu. Viemos por Deus e não por mãos de homens, e aqui ficaremos para cumprir sua vontade!"

Construtor CHH

TODA VIDA É INSUBSTITUÍVEL

"Ao contrario do que a vã filosofia humana ensina, nenhuma vida é substituível. Toda vida é única e insubstituível e como tal deve ser preservada."
Construtor CHH

TIRANIA DO GÊNERO HUMANO

“Na longa revolução divina contra a tirania despótica do Gênero Humano arado do livre arbítrio e assombrado pelo terror de si mesmo, a marcha ascensional dos espíritos seria tão lenta, que por todo o escoar dos dias até à consumação dos séculos, o ambicioso temeria o desambicioso, os reis julgariam os reformadores desinteressados como concorrentes ao seu trono, e os orgulhosos procurariam esmagar os humildes [...]”

Plínio Salgado (Vida de Jesus- p. 126)

VERDADE AOS SIMPLES E AOS SÁBIOS

“O que sabemos é que Deus revela a verdade aos simples e aos sábios. Aos simples, porque não conhecem o orgulho da réplica improfícua e do ceticismo esterilizante. Aos sábios, porque se tornam simples; porque se libertaram de si próprios, da vaidade estulta e da presunção das suficiências medíocres, à força de penetrar nas maravilhas perturbadoras do Universo.”

Plínio Salgado (Vida de Jesus – p.108)
_______________________________________________________________
“A natureza humana não se modificará até à consumação dos séculos, porque o livre arbítrio nos dará sempre a liberdade para o Bem e para o Mal. Porém os povos, que terão adquirido a consciência mais nítida dos crimes, condenarão para sempre os que se insurgirem contra as leis da bondade e da misericórdia.”

Plínio Salgado (Vida de Jesus – p.86)
______________________________________________________________
“O tempo é um rio formado pelos eventos, uma torrente impetuosa. Mal se avista uma coisa, já foi arrebatada, e outra se lhe segue, que será carregada por sua vez.”
Marco Aurélio (121-180), Meditações.
“O Tempo é o velho leitor, eterno leitor, atento e incansável. Nem um instante larga o livro. Parece que da vida só existe para ele aquilo que ficou escrito. O resto desaparece, o Tempo não o lê.”

Dante Milano (1899), Poesia e Prosa.                                                                                                                         
_______________________________________________________________
“Nunca na história da Civilização Humana os homens foram tão covardes como após a aurora do século XXI. Escondem-se atrás de uma voz mansa e um nome repleto de títulos que na realidade nada significam. Por trás de seu olhar de piedade escondem-se mãos manchadas de sangue. Sangue derramado por seus desígnios covardes, sangue de mulheres, crianças, anciãs e daqueles que traiçoeiramente foram apunhalados pelas costas cujo sangue da terra clama por justiça.”

Construtor CHH

“A criação do Universo é um mistério de certo modo compreensível. O Infinito Criando o finito. O Eterno suscitando eternidade. O Absoluto determinando a harmonia dos relativos.”

Plínio Salgado (Vida de Jesus)

“Os olhos são, realmente, o espelho da alma; são o mais singular dos meridianos, marcando, minuto a minuto, as gradações da luz material e oferecendo-nos, por isso mesmo a imagem do ritmo das retrações e das expansões do espírito segundo nos integramos, a mais ou menos, no dionisíaco esplendor da natureza objetiva.”

Plínio Salgado (Vida de Jesus)

“[...]Jesus não é somente um personagem histórico, que nasceu, viveu e agiu no seu tempo e depois desapareceu nas trevas do passado. Para Jesus não existe passado. A sua vida estende-se a todas as idades da história e a todas as gerações humanas. Ele está vivo e presente hoje, como viveu e esteve presente na Palestina e nas suas adjacências, onde foi visto de preferência entre camponeses, pescadores e gente pobre.”

Pe. Mondrone S.J

“A burguesia não é uma classe; é antes um estado de espírito, uma mentalidade, um método de vida. Muitos se estenderam em estudos sobre a burguesia, sob o aspecto das condições econômicas e nas suas consequências políticas e sociais. Poucos, insiste Plínio Salgado, procuraram penetrar-lhe o espírito, que não é algo de inerente ou de exclusivo da classes sob os aspectos mais contraditórios e revela uma concepção de vida em pleno desacordo com o fim sobrenatural do homem.”

Pe. Mondrone S.J

“As paixões e loucuras dos homens continuam as mesmas e a necessidade e a necessidade do Cristo é sempre a mesma.”

Plínio Salgado

“Nunca antes na história da civilização humana, os homens foram tão covardes como após a aurora do século XXI. Escondem-se por trás de uma voz mansa e um nome repleto de títulos que na realidade nada significam. Escondem-se por trás de seu olhar de piedade, enquanto suas mãos estão manchadas com o sangue dos inocentes. Sangue derramado por seus desígnios covardes, sangue de mulheres, crianças, anciãs e daqueles que traiçoeiramente foram apunhalados pelas costas, cujo sangue da terra clama até as alturas por justiça.”

Construtor CHH
_____________________________________________________________________________________________________________________________
"Antes de transpores esta porta, consulta teu coração: És capaz de renunciar aos prazeres, ambições, interesses, à própria vida, pela grandeza da pátria ? Se ele disser "SIM" então entre e encontrarás aqui teus irmãos e tua glória."

Plínio Salgado
                                                                                                                     
"O Integralista é o soldado de Deus e da Pátria, o homem novo do Brasil, que vai construir uma grande Nação."  
   
Plínio Salgado

"Vale a pena chamar muitos, ser atendidos por poucos, ver alguns desertarem, assistir a destruição de tudo o que fizemos e recomeçar de novo, e mil vezes repetir com tenacidade, cada vez mais inquebrantável."

Plínio Salgado
                                                                                                                       
"Se és incapaz de sonhar, nasceste velho. Se o teu sonho te impede de agir segundo as realidades, nasceste inútil; se porém sabes transformar sonhos em realidade que encontram com a luz do teu sonho, então serás grande na tua pátria e a tua pátria será grande em ti."

Plínio Salgado
                                                                                                                       
" Brasileiros! Um dia a História vai nos julgar. Eu estou tranqüilo com a minha consciência porque tenho cumprido o meu dever. Vim ao mundo para assistir a este quadro do meu Brasil, e não fiquei indiferente. Tomei o partido da Pátria e de Deus. Eu Estou tranqüilo."

Plínio Salgado
                                                                                                                       
" No fundo da alma de qualquer povo dormem, ignoradas, forças infinitas. Quem as souber despertar, moverá montanhas."          
Gustavo Barroso
                                                                                                                       
"Convença-te a ti mesmo e depois convencerá os outros."      

Plínio Salgado

"Brasileiros! Um dia a História vai nos julgar. Eu estou tranqüilo com a minha consciência porque tenho cumprido o meu dever. Vim ao mundo para assistir a este quadro do meu Brasil, e não fiquei indiferente. Tomei o partido da Pátria e de Deus. Eu Estou tranqüilo."

Plínio Salgado

" O maior testemunho que um cristão pode dar é o exemplo de sua vida. E a maior pregação que pode oferecer é uma vida reta diante dos ensinamentos de Jesus Cristo, deste modo mostrarás que é verdadeiramente um servo e Deus e não de sua própria vontade."

Construtor CHH

"A poucos anos temiamos que as máquinas fossem substituir os humanos em suas funções laborais. Hoje vêmos que o real temor é que estão transformando gradualmente os humanos em máquinas."

Construtor CHH

“É indubitável que muitas pessoas têm medo da liberdade porque a oportunidade de construir a própria vida também implica um encargo infindável – uma disciplina que o homem deve se impor, se quer atingir os seus objetivos. [...] Quando tentamos trocar liberdade por segurança, podemos ficar sem nenhuma das duas coisas. No fim, a nossa humanidade se esvai.”

Glenn Yeffeth

“A liberdade de escolha está diretamente ligada a assumirmos responsabilidade pelas escolhas que fazemos. Se não somos responsáveis pelas escolhas, o nosso senso moral e o nosso eu prudente são mutilados em detrimento de nós mesmos como indivíduos livres.”
F.A Hayek

“É melhor ser um humano insatisfeito do que um porco satisfeito; melhor ser um Sócrates insatisfeito do que um bobo satisfeito.”
John Stuart Mill

"Por exemplo, alguns diriam que a dependência da tecnologia e o apego a ela são descontrolados. É claro que nos beneficiamos muito com a tecnologia. No entanto, talvez um resultado negativo seja que ela às vezes atrapalha ou impede a autêntica interação humana. Sem estarmos sempre inteiramente conscientes disso, somos condicionados socialmente ou de outra forma, por sermos criados dentreo de tais 'sistemas', de modo que não mais vemos a sua natureza forjada. Somos 'cegos', a ponto de o 'sistema' nos controlar."

Glenn Yeffeth


“Vivemos uma nova era, não simplesmente a pós-moderna, mas a ‘pós-humana’, na qual temos de redefinir o significado de ser humano.”

Glenn Yeffeth

“Uma vez que as coisas que usamos são cada vez mais resultado de processos industriais complexos perdemos contato com a realidade subjacente dos produtos que consumimos.”

Glenn Yeffeth

“Uma vez que o dinheiro se tornou um ‘equivalente universal’, diante do qual se avalia tudo na vida, as coisas perderam realidade material (os usos do mundo real, o suor e as lágrimas do trabalhador).”

Glenn Yeffeth

“[...] nós compramos produtos não mais por causa de uma necessidade real, mas por causa dos desejos, que são cada vez mais definidos por comerciais e imagens comercializadas.”

Glenn Yeffeth
“No geral, estamos basicamente iludidos. Quer dizer, pensamos que nos importamos bastante com amor, humor, conversas, história, arte, música, moda, esportes, caridade, religião e ideias abstratas. Mas na hora do vamos-ver, seguimos que os genes usam para orientar os nossos atos, e esses sentimentos acabam tendo menos relação com essas coisas abstratas do que pensamos. Uma teoria é que as pessoas muito conscientes a respeito de tais coisas costumam não ser aliadas confiáveis. Alguém que consiga rejeitar esses sentimentos com base em cálculos conscientes daquilo que lhe interessa pode decidir que não mais lhe interesse ser leal a você.”

Glenn Yeffeth

“Os professores universitários dizem ter escolhido a carreira pelas ideias, mas as suas conversas constituem-se principalmente de fofocas, e o seu rendimento cai vertiginosamente assim que conquistam a estabilidade no emprego.”

Glenn Yeffeth

“Achamos que conversamos para obter informações dos outros; na verdade, preferimos falar a ouvir. Se fizéssemos o possível para formar crenças sobre a realidade do mundo, não discordaríamos intencionalmente dos outros; na verdade, discordamos o tempo todo. Costumamos pensar que somos mais capazes do que somos e que a nossa paixão pelos outros durará mais do que dura.”

Glenn Yeffeth


“Iminente colapso da trajetória da nossa cultura atual é visível através de dois mundos: um, em que se diz a todos o que pensar por intermédio de uma caixa a que eles assistem durante metade do tempo em que estão acordados; outro, em que esse sinal é transmitido diretamente ao cérebro de todos. No primeiro mundo, todos são instruídos sistematicamente a ver o mundo de certo modo, e aqueles que discordam são eliminados da hierarquia educacional, afirmando-se o tempo todo que esses últimos têm liberdade de expressão.”

Glenn Yeffeth

“Será que deveríamos seguir os exemplos das ‘subculturas’ como as Amish e Bruderhof que pararam de ver televisão quando perceberam que as crianças já não cantavam tanto. Pararam de usar e-mail quando notaram que ele não só não melhorava a comunicação, como ainda tinha uma tendência destrutiva.”


Glenn Yeffeth

“Sempre utilizamos a tecnologia para melhorar as condições de vida, mas, mesmo assim, com o advento de cada tecnologia deparamos com o clássico pacto de Fausto – a obtenção de uma coisa em detrimento de outra, quase sempre incógnita.”

Glenn Yeffeth

“Vejo um tempo no futuro em que seremos para os robôs o que os cães são para os seres humanos.”

Claude Shannon, (The Mathematical Theory of Communication, 1949)

“Os humanos sabem muito bem como escrever, falar, poetizar e declamar sua humanidade, mas por mais admirável que pareça são incapazes na grande absurda maioria das vezes de praticar sua própria utopia existencial, em ser de fato humanos. Uma espécie que se auto idealizou como uma criatura suprema e benevolente cai em seu próprio abismo vazio. Abismo que esta no seu interior, um interior que de humano não tem nada, pois na realidade talvez seja o inverso. Eles procuram por uma natureza que nunca foi sua, mas que de algum modo estão cientes de sua existência. Alguns até lutam por pratica-la, mas na maioria das vezes sucumbem diante da ferrenha oposição, ou realmente se tornam humanos e se separam do restante da espécie decadente da qual um dia fizeram parte.”

Construtor CHH

“Religiosos, há 200 mil anos afastando os humanos de Deus. Jesus Cristo, a 2 mil anos levando os humanos a conhecerem sua verdadeira razão de existirem.”

Construtor CHH

“Quando os pais se habituarem a deixar os filhos fazer o que quiserem, quando os filhos não levam mais em conta suas palavras, quando os mestres tremem diante de seus alunos e prefere bajulá-los, quando, finalmente, os jovens desprezam as leis porque acima deles não reconhecem a autoridade de ninguém nem de nada, então está aí, em toda sua beleza e em toda sua juventude, o começo da tirania”.

Platão

“O maquinismo gera aquilo que A. Varagnac chamava de ‘o corpo sem ocupação’ e as neuroses que daí deriva. O trabalho em cadeia, a conduta automática desenvolve um ódio e uma agressividade latentes numa sociedade onde todos os contatos e todas as operações humanas não se estabelecem senão sobre relações de força, como na mais primitiva espécie animal. Era o que fazia com que Tácio dissesse que quanto mais um sistema é corrompido, mais há leis. Para destruir unicamente os efeitos particulares, cria-se um egoísmo coletivo que apoia sua lei na opressão ou na sombra do gulag.”

Paul Du Breuil

“Este mundo frequentemente não passa de uma carranca que pretende sorrir e, por melhor que seja organizado, nossa alma aspirará sempre outras alturas, outros horizontes, porque ela, a alma, responde ao apelo do Infinito de sua natureza.”

Paul Du Breuil

“Todo homem traz em si mesmo o céu e o inferno e é a ele que cabe escolher, mesmo sabendo que ao fazer o bem ele pode colher o mal, pois sua nova lei transcende as normas deste mundo tão complexo.”

Paul Du Breuil

"Não tente ser inteligente. Fale sempre a verdade."

Filme: “Deus não está morto!”


(...) Eu odiava cada minuto do treinamento, mas eu disse, "Não pare. Sofra agora para viver o resto de sua vida como um campeão. "

Muhammad Ali

"Você pode ter o que quiser, se você estiver disposto a esquecer a crença de que você não pode tê-lo."

Robert Anthony

"Não há um homem vivo que não possa fazer mais do que ele pensa que pode."

Henry Ford

"Dê-me um funcionário de estoque com um objetivo, e eu lhe darei um homem que vai fazer história. Dê-me um homem sem um objetivo, e eu lhe darei um funcionário de estoque. "

JC Penny

"A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo."
Dr. Forrest C. Shaklee

"Não é sobre o tempo, é sobre as escolhas. Como você está gastando suas escolhas? "

Beverly Adamo

"Sucesso ... parece estar conectado com ação. As pessoas de sucesso estão sempre em movimento. Eles cometem erros, mas eles não desistem. "

Conrad Hilton

"Issa é exatamente a pergunta que todos deveriam estar se perguntando, por que não? - Por que não você?, por que não agora ...? "

Timothy Ferriss

"A intolerância do seu presente cria seu futuro."

Mike Murdock

"Os sonhadores são os salvadores do mundo".

 James Allen

"O destino não é uma questão de sorte, é uma questão de escolha."

Anônimo

"O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos."

Eleanor Roosevelt

"A qualidade de vida de uma pessoa é diretamente proporcional ao seu compromisso com a excelência, independentemente do seu campo escolhido ou esforço."

Vince Lombardi

"É preciso coragem para crescer e tornar-se quem você realmente é."

EE Cummings

"Nunca é tarde demais para ser o que você poderia ter sido."

George Eliot

"Como alguém se torna uma borboleta? Basta querer voar tanto, até chegar ao ponto de estar disposto a desistir de ser uma lagarta. "

Trina Paulus

"Não deixe o que você não pode fazer; interferir com o que você pode fazer."
John Wooden

"Um homem com coragem faz uma maioria."

Andrew Jackson

"O fracasso é a oportunidade de começar de novo com mais inteligência."

Henry Ford

"Tente não se tornar um homem de sucesso, mas sim tente tornar-se um homem de valor."

Albert Einstein

"Jamais algo grande demais será alcançado sem grandes homens, e os homens são grandes apenas se eles estão determinados assim ser. Dá-se glória apenas para aqueles que sempre sonharam com ela. "

Charles De Gaulle

"A mente é seu próprio lugar, e em si pode fazer um céu do inferno, um inferno do céu."

John Milton

"Você não pode manter uma visão verdadeira e clara da riqueza se você estiver constantemente voltando sua atenção para imagens opostas, sejam externas ou imaginárias."

D. Wattles-Wallace

"Toda grande história no planeta aconteceu quando alguém decidiu não desistir, mas continue não importa o que aconteça."

-Spryte Loriano

“A criação de mil florestas está em uma semente.”

- Ralph Waldo Emerson

Frases Famosas de C.S. Lewis

O perdão vai além da justiça humana; é perdoar aquelas coisas que absolutamente não podem ser perdoadas.

(C. S. Lewis)

se voê está à procura de uma religião que o deixe confortável, definitivamente eu não lhe aconselharia o cristianismo

(C. S. Lewis)

[Eu] Pensava que nós seguíamos caminhos já feitos, mas parece que não os há. O nosso ir faz o caminho.

(C. S. Lewis)

Eu acredito no cristianismo como eu acredito no sol, não por aquilo que ele é,mas que através dele eu posso ver tudo ao meu redor

(C. S. Lewis)

Existem coisas melhores adiante do que qualquer outra que deixamos para trás.

(C. S. Lewis)

O carinho é responsável por nove-décimos de qualquer felicidade sólida e durável existente em nossas vidas. 

(C. S. Lewis)

Cada vez que você faz uma opção está transformando sua essência em alguma coisa um pouco diferente do que era antes.

(C. S. Lewis)

Deus sussurra em nossos ouvidos por meio de nosso prazer, fala-nos mediante nossa consciência, mas clama em alta voz por intermédio de nossa dor; este é seu megafone para despertar o homem surdo.”

(C. S. Lewis)

se você está à procura de uma religião que o deixe confortável, definitivamente eu não lhe aconselharia o cristianismo

(C. S. Lewis)

Os conservadores são pessimistas quanto ao futuro e otimistas quanto ao passado.

(C. S. Lewis)

O cristianismo, se for falso, não tem valor; se for verdadeiro, tem valor infinito. A única coisa que lhe é impossível é ser mais ou menos importante

(C. S. Lewis)

Comecei uma dieta, cortei a bebida e comidas pesadas e, em catorze dias, perdi duas semanas.

(C. S. Lewis)

A questão é saber se você pode obrigar as palavras a querer dizer coisas diferentes. A questão é mostrar a elas quem manda...

(C. S. Lewis)

Mera mudança não é crescimento. Crescimento é a síntese de mudança e continuidade, e onde não há continuidade não há crescimento.

(C. S. Lewis)

“Quando se trata de conhecer a Deus, toda a iniciativa depende dEle. Se Ele não se quiser revelar, nada do que façamos nos permitirá encontrá-lo.” (C. S. Lewis)

(C. S. Lewis)

se voê está à procura de uma religião que o deixe confortável, definitivamente eu não lhe aconselharia o cristianismo

(C. S. Lewis)

Eu... eu... nem eu mesmo sei, nesse momento... eu... enfim, sei quem eu era, quando me levantei hoje de manhã, mas acho que já me transformei várias vezes desde então.

(C. S. Lewis)

Educação nunca foi despesa. Sempre foi investimento com retorno garantido.

(C. S. Lewis)

Mas os poços da fantasia acabam sempre por secar e o contador de histórias, cansado tentou escapar como podia: o resto amanha... Já é amanha

(C. S. Lewis)

Eu acredito no Cristianismo como acredito no brilho do sol, não simplesmente porque eu o veja, mas porque, através dele, posso ver todas as outras coisas.

(C. S. Lewis)

" O problema real da vida crista aparece onde as pessoas normalmente nao o procuram. Ele aparece no instante em que voce acorda cada manha. Todos os desejos e esperancas para o dia correm para voce como animais selvagens. E a primeira tarefa de cada manha consiste simplesmente em empurra-los todos para tras; em dar ouvidos a outra voz, tomando aquele outro ponto de vista, deixando aquela outra vida mais ampla, mais forte e mais calma entrar como uma brisa. E assim por diante, todos os dias. Mantendo distancia de todoas as inquietacoes e de todos os aborrecimentos naturais, protegendo-se do vento.
No comeco, nos somos capazes de faze-lo somente poralguns momentos. Mas entao o novo tipo de vida estara se propagando por todo o nosso ser, porque entao estamos deixando Cristo trabalhar em nos no lugar certo. Trata-se da diferenca entre a tinta, que esta simplesmente deitada sobre a superficie, e uma mancha que penetra na . Quando Cristo disse "sede perfeitos", quis dizer isso mesmo. Ele quis dizer que temos que entrar no tratamento completo. Pode ser duro para um ovo se transformae em um passaro; seria uma visao deveras divertida, e muito mais dificil, tentar voar enquanto ainda se um ovo. Hoje nos somos como ovos. Mas voce nao pode se contentar em ser um ovo comum, ainda que decente. Ou sua casca se rompe ou voce apodrecera."

 C.S Lewis - Cristianismo Puro e Simples

Amar é sempre ser vulnerável. Ame qualquer coisa e certamente seu coração vai doer e talvez se partir. Se quiser ter a certeza de mantê-lo intacto , você não deve entregá-lo á ninguém , nem mesmo a um animal. Envolva o cuidadosamente em seus hobbies e pequenos luxos, evite qualquer envolvimento, guarde o na segurança do esquife de seu egoísmo. Mas nesse esquife – seguro , sem movimento , sem ar - ele vai mudar. Ele não vai se partir – vai tornar se indestrutível, impenetrável , irredimível. A alternativa a uma tragédia ou pelo menos ao risco de uma tragédia é a condenação. O único lugar além do céu onde se pode estar perfeitamente a salvo de todos os riscos e pertubações do amor é o inferno. 

C.S.Lewis - Em "Os quatro amores"

-'O bem, quando amadurece, se mostra cada vez mais diferente,
não só do mal, mas de qualquer outro bem.'
-'O mal pode ser desfeito, mas não pode "transformar-se" em bem.'

C.S.Lewis

“Quando se trata de conhecer a Deus, toda a iniciativa depende dEle. Se Ele não se quiser revelar, nada do que façamos nos permitirá encontrá-lo.” 

(C. S. Lewis)




LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.