-

-

terça-feira, 13 de agosto de 2013

As aparências enganam: A história do "Pastor Jeremiah Steepek".


"Pastor Jeremias Steepek". Na realidade o homem que aparece na fotografia acima é mostrado em algumas versões dessa história como sendo o pastor Jeremias (Jeremiah), mas não é! Ele é pastor, sim (isso é verdade!), e também ator e palestrante. Seu nome é João Gimenes Reis. Imagem: http://www.guiame.com.br/.

O Fato

Não se sabe ao certo onde essa história surgiu. Tampouco é incerta a autoria dessa parábola, no entanto, é bom deixar claro que ocorreu um fato real semelhante a essa história, um mês antes.

De acordo com o USA Today no dia 23 de julho de 2013, um pastor chamado Willie Lyle – recém-nomeado para a Igreja Metodista Unida em Clarksville, Tennessee – se enrolou em um cobertor e deitou-se ao pé de uma árvore próxima a sua igreja. Despenteado e com a barba por fazer, ele quis mostrar como as pessoas são indiferentes aos sem-teto que sofrem nas ruas. O pastor Willie foi explicando aos seus fiéis como foi a sua experiência como mendigo, durante o culto, enquanto sua filha ia lhe fazendo a barba.

Apesar das diferenças nas proporções (Willie Lyle tinha 200 párocos em sua igreja), é possível que essa situação provocada por Willie tenha inspirado a criação da parábola de Jeremiah Steepek.

A história que se segue apesar de mostrar uma situação interessante, não passa de uma farsa.

A História

O pastor Jeremias Steepek se disfarçou de mendigo e foi a igreja de 10 mil membros onde ia ser apresentado como pastor principal pela manhã. Caminhou ao redor da igreja por 30 minutos enquanto ela se enchia de pessoas para o culto. Somente 3 de cada 7 das 10.000 pessoas diziam "oi" para ele. Para algumas pessoas, ele pediu moedas para comprar comida. Ninguém na Igreja lhe deu algo. Entrou no templo e tentou sentar-se na parte da frente, mas os diáconos o pediram que ele se sentasse na parte de trás da igreja. Ele cumprimentava as pessoas que o devolviam olhares sujos e de julgamento ao olhá-lo de cima à baixo.

Enquanto estava sentado na parte de trás da igreja, escutou os anuncios do culto e logo em seguida a liderança subiu ao altar e anunciaram que se sentiam emocionados em apresentar o novo pastor da congregação: "Gostaríamos de apresentar à vocês o Pastor Jeremias Steepek". As pessoas olharam ao redor aplaudindo com alegria e ansiedade. Foi quando o homem sem lar, o mendigo que se sentava nos últimos bancos, se colocou em pé e começou a caminhar pelo corredor. Os aplausos pararam. E todos o olhavam. Ele se aproximou do altar e pegou o microfone. Conteve-se por um momento e falou:

“Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que foi preparado para vocês desde a criação do mundo. Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram; necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram’. “Então os justos lhe responderão: ‘Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer, ou com sede e te demos de beber? Quando te vimos como estrangeiro e te acolhemos, ou necessitado de roupas e te vestimos? Quando te vimos enfermo ou preso e fomos te visitar?’ “O Rei responderá: ‘Digo a verdade: O que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram’."

Depois de haver recitado o texto de Mateus 25:34-40, olhou a congregação e lhes contou tudo que havia experimentado aquela manhã. Muitos começaram a chorar, muitas cabeças se inclinaram pela vergonha. O pastor disse então: "Hoje vejo uma reunião de pessoas, não a Igreja de Jesus Cristo. O mundo tem pessoas suficientes, mas não suficientes discípulos. Quando vocês se tornarão discípulos?". Logo depois, encerrou o culto e despediu-se: "Até semana que vem"! Ser cristão é mais que algo que você defende.

Moral da história

Essa historia de pastor Jeremias Steepek que se vestiu de mendigo só para testar seu rebanho é falsa e, se fosse verdade, iria pegar muito mal para um líder de igreja.



COPYRIGHT © 

Copyright © construindohistoriahoje.blogspot.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons.  Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Construindo História Hoje”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Construindo História Hoje tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para http:/www.construindohistoriahoje.blogspot.com.br. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Construindo História Hoje que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes e seus atributos de direitos autorais.



Você quer saber mais? 






































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para você que visitou o meu blogue, e compartilhou de seu conhecimento nesse espaço. Contribuindo com o crescimento do Construindo História Hoje. O meu muito obrigado, por fazer parte desse humilde projeto, que busca levar de forma simples e objetiva o entendimento dos acontecimentos historicos.
Cordialmente,
Leandro Claudir

Para usted que ha visitado mi blog, y compartió sus conocimientos en esta área. Contribuir al crecimiento de la construcción de la Historia de Hoy. Mi gracias por ser parte de este proyecto humilde, que trata de tener una comprensión simple y objetiva de los acontecimientos históricos.
Atentamente,
Leandro Claudir

For you who visited my blog, and shared his knowledge in this area. Contributing to the growth of the Building History Today. My thank you for being part of this humble project, which seeks to take a simple and objective understanding of historical events.
Sincerely,
Leandro Claudir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...