-

-

sábado, 10 de março de 2012

Teseu, o lendário herói grego.

Lendário herói e considerado um semi-deus da mitologia grega, nascido em Genetíon, perto de Trenezene, na Argólida, cujo maior feito foi matar o Minotauro, monstro metade touro e metade homem, que habitava o célebre labirinto mantido pelo rei Minos, na ilha de Creta. Filho de Egeu, rei de Atenas, e de Etra, filha do sábio Piteu, rei de Trezena, na Argólida, e foi criado por sei avô materno, que o educou nas artes musicais e gímnicas, e por Quírom que ensinou a arte de caçar. Ao deixá-lo com o avô, Egeu, antes de retornar a seu reino, escondeu suas espada e sandálias sob uma pesada rocha e recomendara ao filho que só as procurasse quando fosse bastante forte para levantá-la.

Aos dezesseis anos, pôde realizar a façanha e foi ao encontro do pai, decidido a livrar Atenas do pesado tributo devido a Creta, de sete moças e sete rapazes que eram devorados pelo Minotauro todos os anos. Depois de vencer vários obstáculos, inclusive matando Procustoe, a ferocíssima porca de Cromíon, chegou ele a Atenas, onde foi reconhecido por seu pai, ao desembainhar a espada. Capturou, em seguida, o touro de Maratona, que lançava fogo pelas narinas e derrotou seus primos, filhos de Palas que aspiravam ao reino de Atenas. Com a concordância do pai, o herói seguiu para a ilha de Creta como se fosse um do grupo de sete rapazes e sete moças de Atenas a serem sacrificados, como tributo ao Minotauro.

Em Creta, a filha de Minos, rei de Creta, Ariadne, apaixonou-se por ele e deu-lhe um novelo de fios de lã e uma espada. O herói entrou no labirinto, encontrou e matou o monstro com um golpe de espada e conseguiu achar a saída do temível labirinto seguindo o fio de lã que havia desenrolado do novelo por todo o caminho percorrido, libertando Atenas do tributo. Depois de deixar Creta levando Ariadne, abandonou-a à própria sorte na ilha de Naxos e chegou a Atenas, onde foi causa involuntária da morte de seu pai Egeu, que achando que o filho tinha morrido, suicidou-se. Sucessor do pai, uniu os povos da Ática, com capital em Atenas, adotou o uso da moeda, criou o Senado, promulgou leis e instaurou a base da democracia e instituiu as festas Panatenéias e os jogos Ístmicos.

Depois voltou a fase de aventuras e em companhia de Héracles, participou da expedição contra as Amazonas e terminou por casar-se com à rainha delas, Antíope, com a qual teve um filho, Hipólito. Viúvo, casou-se com Fedra, irmã de Ariadne, da qual teve Acamas e Deméfon. Participou da caçada ao javali de Calídon e da expedição dos Argonautas. Foi íntimo amigo de Piríto, com o qual derrotou os Centauros e raptou Helena de Esparta, mais tarde resgatada por seus irmãos Castor e Pólux. Desceram ao mundo inferior, com a intenção de raptar Perséfone, porém Hades os aprisionou até a chagada de Héracles, que os libertou. Voltando a Atenas, encontrou seu trono ocupado por Menesteu que o julgava morto. Desolado, desistiu do poder, mandou os filhos para a Eubéia e exilou-se na ilha de Ciros, onde foi morto por seu primo, o rei Licomedes, empurrando-o em um precipício. Por ordem de Delfos, seus ossos foram transportados para Atenas, onde foi-lhe exigido um esplêndido templo.

Você quer saber mais?

http://www.mlahanas.de/

http://www.explorecrete.com/mythology/GR-amaltheia.html

4 comentários:

  1. Passando pra lhe desejar um belo final de semana ;D

    Beijosmil ;*
    http://o-que-ninguem-ve.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Prezada Keyla, obrigado pela visita!Felicidades amiga.
    Um grande abraço,
    Leandro CHH

    ResponderExcluir
  3. A mitologia grega é uma fonte inesgotável de conhecimento e sabedoria. Leandro.
    Em meu blog, me divirto bastante colocando os personagens mitológicos em situações absurdas com um toque moderno.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Salve Jacques,
    Também gosto muito de estudar a mitologia grega. A relação de fraquezas e qualidades humanas em seus deuses é muito curiosa.
    Valeu............
    Leandro CHH

    ResponderExcluir

Para você que visitou o meu blogue, e compartilhou de seu conhecimento nesse espaço. Contribuindo com o crescimento do Construindo História Hoje. O meu muito obrigado, por fazer parte desse humilde projeto, que busca levar de forma simples e objetiva o entendimento dos acontecimentos historicos.
Cordialmente,
Leandro Claudir

Para usted que ha visitado mi blog, y compartió sus conocimientos en esta área. Contribuir al crecimiento de la construcción de la Historia de Hoy. Mi gracias por ser parte de este proyecto humilde, que trata de tener una comprensión simple y objetiva de los acontecimientos históricos.
Atentamente,
Leandro Claudir

For you who visited my blog, and shared his knowledge in this area. Contributing to the growth of the Building History Today. My thank you for being part of this humble project, which seeks to take a simple and objective understanding of historical events.
Sincerely,
Leandro Claudir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...