-

-

terça-feira, 23 de novembro de 2010

O homem de Neandertal pensava como nós? Parte III.

O arqueólogo João Zilhão defende a tese de que nossos parentes, de reputação intelectual duvidosa, compartilhavam as mesmas aptidões cognitivas

Por João Zilhão

[continuação]

O PINGENTE DE CONCHA DE VIEIRA foi pintado com pigmento laranja, talvez para que o exterior da concha (metade à direita) se equiparasse ao interior, naturalmente colorido (metade à esquerda). O pigmento encontrado na ponta de um osso naturalmente afi lado da pata de cavalo (acima da concha) sugere que o homem de Neandertal usou o osso para misturar ou aplicar a pintura.

SA: O que foi desenterrado no segundo sítio?

JZ: Por volta da mesma época em que inspecionei a coleção Aviones, também analisava as descobertas de setembro de 2008, da estação de campo em um grande abrigo na rocha que fi cava mais para o interior, a uns 60 km de Aviones, chamado Cueva Antón, onde eu vinha escavando depósitos neandertais desde 2006. Um dos objetos foi uma concha perfurada de vieira que um de meus alunos coletara no segundo dia de escavações. Originalmente, pensei se tratar de uma concha fóssil, que não estivesse relacionada com as atividades humanas. Porém, quando comecei a limpá-la, descobri que era bastante conservada e colorida. Uma inspeção mais detalhada mostrou que a parte exterior, mais esbranquiçada, parecia ter sido pintada com um pigmento laranja, que era uma mistura de hematita e de outro mineral, chamado goetita.

SA:O que vocês acreditam que o homem de Neandertal fazia com esses objetos?

JZ: O fato interessante em relação à natrojarosita é que ela tem apenas um uso conhecido, o cosmético. Assim, inferimos que foi esse o seu uso também em Aviones. O osso de cavalo com a ponta avermelhada pode ter sido usado para misturar ou aplicar pigmento ou para perfurar couro cru colorido com esse pigmento. A concha de ostra mediterrânea não perfurada que continha vestígios de uma mistura brilhante vermelha deve ter sido um recipiente para pintura. A explicação mais simples para a natrojarosita e o pigmento vermelho brilhante e o contexto no qual eles foram encontrados é algum tipo de pintura corporal, especifi camente pintura facial. Mas não temos certeza se o homem de Neandertal os aplicava diariamente, após terem acordado, ou se era algo que faziam por motivos rituais, em ocasiões especiais – nas celebrações ou talvez por luto. Além disso, uma das conchas de marisco perfuradas de Aviones tinha porções de ocre vermelho aderidos do lado interno, perto do orifício. Neste caso, a explicação mais plausível é que a concha fora pintada, já que não é possível usar uma concha com orifícios como um recipiente. Portanto, além de pintar seu corpo, o homem de Neandertal dos dois sítios coloria conchas perfuradas, provavelmente usadas como pingentes.

Você quer saber mais?

http://www2.uol.com.br/sciam/

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.