-

-

sábado, 24 de novembro de 2012

Entendendo o Monograma IHS



Ostensório, representa mais comumente na atualidade a hóstia da comunhão. Imagem: Arquivo Pessoal CHH.

IHS é uma monograma simbólica do Cristo usada pela Igreja Católica Romana. Este monograma consiste nas letras gregas iota, eta e sigma, as três primeiras letras do nome Iesous (Jesus, em grego), também são usados ​​para soletrar a frase em latim "Salvator Hominem Iesous", "Jesus, salvador do homem ." Relaciona-se com a história de Constantino, cuja visão da Chi-Rho foi gravada por Eusébio Padre da Igreja. Na visão, Constantino relata ter ouvido uma voz proclamar: "Por este símbolo, tu conquistarás." Portanto, a IHS também ficou para "In Hoc Signo"por este símbolo.

O símbolo originou-se em Roma, com os primeiros cristãos, e foi popularizado no século XV por Bernardo discípulo franciscano de Sienna, que promoveram como um símbolo da paz.

Alguns evangélicos têm teorizado que as iniciais significam "Isis, Horus, e Seb", e estão relacionados com a adoração do sol egípcio, mas esta é uma afirmação falsa, que nunca foi apoiada por qualquer evidência sólida. O emblema IHS hoje mais comumente representa a hóstia da comunhão, e está intimamente associada com a Ordem dos Jesuítas. Os raios solares, muitas vezes retratados em torno do emblema representam o ostensório, um vaso decorado usado para exibir a hóstia.  Os três pregos retratados em alguns exemplos representam os pregos do crucifixo.

IHS escultura nas catacumbas romanas. Imagem: Arquivo Pessoal CHH.

custódia ou ostensório é qualquer vaso decorativo usado para exibir relíquias ou objetos sagrados, mas na maioria das vezes se refere aos utilizados para exibir a hóstia consagrada. 

Leandro Claudir

COPYRIGHT ATRIBUIÇÃO - NÃO COMERCIAL © 

Copyright Atribuição –Não Comercial© construindohistoriahoje.blogspot.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Atribuição-Não Comercial.  Com sua atribuição, Não Comercial — Este trabalho não pode ser usado  para fins comerciais. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Construindo História Hoje”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Construindo História Hoje tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para http:/www.construindohistoriahoje.blogspot.com.br. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Construindo História Hoje que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes e seus atributos de direitos autorais.




Você quer saber mais? 

























LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.