-

-

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Exorcista Emmanuel Milingo (Ex-Arcebispo Católico Romano)


Arcebispo Milingo, 1987.

Arquidiocese de Lusaka.

Título: Arcebispo-emérito de Lusaka

Ordenação e nomeação

Ordenação presbiteral     15 de agosto de 1958

Ordenação episcopal       1 de agosto de 1969

29 de maio de 1969 até 6 de agosto de 1983

Dados pessoais

Nascimento:           Mnukwa, Rodésia do Norte em 13 de Junho de 1930 (84 anos). Dados em http://catholic-hierarchy.org

Bispos

            Emmanuel Milingo (Mnukwa, Zâmbia, 13 de junho de 1930), é um ex-arcebispo católico. É ordenado padre em 1958 e arcebispo de Lusaka em 1969. Em 1973, começa a dedicar-se às sessões de cura. Casou-se em 2001 com a médica coreana Maria Sung. O casamento realizou-se em Nova York, no Hotel Hilton, celebrado pelo reverendo Moon, fundador da Igreja da Unificação. Vários meses depois foi recebido por João Paulo II, o que propiciou seu retorno à congregação católica. Mas, reafirmou depois que Maria continuava sendo sua esposa, e começou a liderar um movimento pelos padres casados. Foi excomungado pelo Vaticano em 26 de setembro de 2006, por ter feito a ordenação como bispos de quatro sacerdotes americanos casados, que além disso eram excomungados e suas ordenações não reconhecidas pelo Vaticano. Em dezembro de 2009 perdeu seu estado clerical, continuando apenas com a obrigação de celibato.

Milingo esgota a paciência do Papa e é excomungado

            Juan Lara Cidade do Vaticano, 26 set (EFE).- O Vaticano anunciou hoje a excomunhão automática do polêmico exorcista, cantor e arcebispo emérito (aposentado) de Lusaca (Zâmbia), Emmanuel Milingo, com quem o Papa mostrou muita compreensão.

            Milingo, de 78 anos, foi excomungado "latae sententiae", ou seja automaticamente, por ter feito a ordenação como bispos de quatro sacerdotes americanos casados, que além disso eram excomungados e suas ordenações não reconhecidas pelo Vaticano.
            Desde que Milingo reapareceu em julho nos Estados Unidos levantando a bandeira do casamento de padres e assegurando que a coreana Maria Sung - com a qual se casou em 2001 e depois se separou - continua sendo sua esposa, o Vaticano segue de perto, "com preocupação", seus passos. Hoje, em comunicado, o Vaticano afirma que acompanhou com "bastante preocupação" os passos dados recentemente por Milingo, de 76 anos, com a criação de "uma nova Associação de Sacerdotes casados, semeando divisão e desconcerto entre os fiéis".

            O Vaticano informou que expoentes de diferentes níveis da Igreja tentaram "em vão" ligar para Milingo para "dissuadi-lo de continuar com suas ações, que causam escândalo, sobretudo nos fiéis que seguiram seu ministério pastoral em favor dos pobres e doentes".

            A Santa Sé acrescentou que com este último "ato público" - ou seja, a ordenação de George Augustus Stallings, de Washington; Peter Paul Brennan, de Nova York; Patrick Trujillo, de Newark (Nova Jersey) e Joseph Gouthro, de Las Vegas - tanto Milingo como os quatro sacerdotes "incorreram em a excomunhão 'latae sententiae', prevista pelo cânone 1.382 do Código de Direito Canônico".

            O artigo 1.382 estabelece que "o Bispo que confere a alguém a consagração episcopal sem mandato pontifício, assim como o que recebe dele a consagração, incorrem em excomunhão 'latae sententiae' reservada à Sede Apostólica".

            Além disso, a Santa Sé afirmou que a Igreja não reconhece estas ordenações e as que possam derivar das mesmas e afirmou que o estado canônico dos quatro bispos é o mesmo no qual se encontravam antes da ordenação. Expressando pesar, o Vaticano assinalou que tinha esperado que a mediação de pessoas próximas a Milingo tivesse dado fruto. "Infelizmente, os últimos eventos afastaram essa esperança", destacou o comunicado.

            Após conhecer a reação do Vaticano, George Augustus Stallings, disse que para Milingo a excomunhão "não vale nem o pedaço de papel na qual foi escrita", e assegurou que o ancião prelado continuará seu trabalho em favor dos sacerdotes casados e que considera as ordenações dos bispos "válidas". Segundo o "porta-voz" de Milingo, ele está disposto a discutir com o Vaticano, desde que este aceite sua proposta e lhe conceda uma prelazia pessoal, tipo a do "Opus Dei". Milingo se tornou notório por seus exorcismos, que atraíam numerosos fiéis a suas cerimônias. Também gravou discos e cantou em numerosos canais de televisão de todo o mundo. Seu nome voltou de novo às primeiras páginas dos jornais em maio de 2001, ao se casar em um hotel de Nova York com a médica coreana Maria Sung.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.