-

-

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Por que os nazistas estavam interessados em uma estátua esculpida em um meteorito?




Como muitos meios de comunicação estão relatando atualmente, uma análise de uma estátua antiga descoberta pelos nazistas em 1938, mostra que ela foi esculpida a partir de um fragmento de meteorito. Datada do século XI, a impagável escultura do "Homem de Ferro" pesa 10 kg e acredita-se ser a primeira escultura de um humano em um meteorito - que colidiu com a Terra há mais de 15.000 anos atrás. É claro que os nazistas não sabia que a estátua foi feita a partir de um meteorito - então por que trazê-la para a Alemanha? E o que eles estavam fazendo no Tibete, em primeiro lugar?

De acordo com alguns especialistas, a estátua é um híbrido estilístico entre a cultura budista e pré-budista Bon que retrata o deus Vaisravana, o rei budista do Norte, também conhecido como Jambhala no Tibete. Ele também possui uma suástica aparente na frente - algo que certamente teria atraído à atenção dos nazistas que a descobriram.


A expedição de 1938 para o Tibete foi liderada pelo renomado zoólogo Ernst Schäfer. Após a guerra, Schäfer afirmou que a expedição da SS era promover suas investigações sobre a vida selvagem e da antropologia do Tibete. Os historiadores, por outro lado, suspeitam que Heinrich Himmler - Chefe da SS - apoiou a expedição por suas próprias razões.

E, de fato, ele forçou todos os arqueólogos para se tornarem membros da SS, a fim de tomar parte na expedição. Isto foi para garantir que a teoria pseudocientífica de Hans Hörbiger de "Cosmogonia Glacial" (uma teoria bizarra sugere que o gelo era a substância fundamental de todos os processos cósmicos). Além disso, ele poderia usar a expedição para promover o seu interesse no misticismo asiático.


Na verdade, Himmler, que era fascinado pelo misticismo e ocultismo, estava interessado em encontrar a prova da superioridade ariana e nórdica desde os tempos antigos. Ele suspeitava que parte dessa "prova" poderia ser encontrada no Tibete, daí a expedição. Arqueologia nazista, raramente foi realizada para fins de investigação genuína. Em vez disso, era uma ferramenta de propaganda usada para perpetuar o orgulho nacionalista alemão e fornecer justificativas científicas para a conquista.

Dezoito anos antes, o partido nazista havia adotado a suástica como sua insígnia oficial. Era um símbolo antigo, que remonta ao período Neolítico e foi descoberto pela primeira vez no Vale do Indo e Índia. Foi usado mais tarde no hinduísmo, budismo, jainismo para simbolizar boa sorte. Outros significados incluem "ser bom", "estar com eu superior", e mesmo "a eternidade."


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.