-

-

terça-feira, 13 de agosto de 2013

As aparências enganam: A história do "Pastor Jeremiah Steepek".


"Pastor Jeremias Steepek". Na realidade o homem que aparece na fotografia acima é mostrado em algumas versões dessa história como sendo o pastor Jeremias (Jeremiah), mas não é! Ele é pastor, sim (isso é verdade!), e também ator e palestrante. Seu nome é João Gimenes Reis. Imagem: http://www.guiame.com.br/.

O Fato

Não se sabe ao certo onde essa história surgiu. Tampouco é incerta a autoria dessa parábola, no entanto, é bom deixar claro que ocorreu um fato real semelhante a essa história, um mês antes.

De acordo com o USA Today no dia 23 de julho de 2013, um pastor chamado Willie Lyle – recém-nomeado para a Igreja Metodista Unida em Clarksville, Tennessee – se enrolou em um cobertor e deitou-se ao pé de uma árvore próxima a sua igreja. Despenteado e com a barba por fazer, ele quis mostrar como as pessoas são indiferentes aos sem-teto que sofrem nas ruas. O pastor Willie foi explicando aos seus fiéis como foi a sua experiência como mendigo, durante o culto, enquanto sua filha ia lhe fazendo a barba.

Apesar das diferenças nas proporções (Willie Lyle tinha 200 párocos em sua igreja), é possível que essa situação provocada por Willie tenha inspirado a criação da parábola de Jeremiah Steepek.

A história que se segue apesar de mostrar uma situação interessante, não passa de uma farsa.

A História

O pastor Jeremias Steepek se disfarçou de mendigo e foi a igreja de 10 mil membros onde ia ser apresentado como pastor principal pela manhã. Caminhou ao redor da igreja por 30 minutos enquanto ela se enchia de pessoas para o culto. Somente 3 de cada 7 das 10.000 pessoas diziam "oi" para ele. Para algumas pessoas, ele pediu moedas para comprar comida. Ninguém na Igreja lhe deu algo. Entrou no templo e tentou sentar-se na parte da frente, mas os diáconos o pediram que ele se sentasse na parte de trás da igreja. Ele cumprimentava as pessoas que o devolviam olhares sujos e de julgamento ao olhá-lo de cima à baixo.

Enquanto estava sentado na parte de trás da igreja, escutou os anuncios do culto e logo em seguida a liderança subiu ao altar e anunciaram que se sentiam emocionados em apresentar o novo pastor da congregação: "Gostaríamos de apresentar à vocês o Pastor Jeremias Steepek". As pessoas olharam ao redor aplaudindo com alegria e ansiedade. Foi quando o homem sem lar, o mendigo que se sentava nos últimos bancos, se colocou em pé e começou a caminhar pelo corredor. Os aplausos pararam. E todos o olhavam. Ele se aproximou do altar e pegou o microfone. Conteve-se por um momento e falou:

“Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que foi preparado para vocês desde a criação do mundo. Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram; necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram’. “Então os justos lhe responderão: ‘Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer, ou com sede e te demos de beber? Quando te vimos como estrangeiro e te acolhemos, ou necessitado de roupas e te vestimos? Quando te vimos enfermo ou preso e fomos te visitar?’ “O Rei responderá: ‘Digo a verdade: O que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram’."

Depois de haver recitado o texto de Mateus 25:34-40, olhou a congregação e lhes contou tudo que havia experimentado aquela manhã. Muitos começaram a chorar, muitas cabeças se inclinaram pela vergonha. O pastor disse então: "Hoje vejo uma reunião de pessoas, não a Igreja de Jesus Cristo. O mundo tem pessoas suficientes, mas não suficientes discípulos. Quando vocês se tornarão discípulos?". Logo depois, encerrou o culto e despediu-se: "Até semana que vem"! Ser cristão é mais que algo que você defende.

Moral da história

Essa historia de pastor Jeremias Steepek que se vestiu de mendigo só para testar seu rebanho é falsa e, se fosse verdade, iria pegar muito mal para um líder de igreja.



COPYRIGHT © 

Copyright © construindohistoriahoje.blogspot.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons.  Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Construindo História Hoje”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Construindo História Hoje tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para http:/www.construindohistoriahoje.blogspot.com.br. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Construindo História Hoje que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes e seus atributos de direitos autorais.



Você quer saber mais? 






































LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.