-

-

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

O Túmulo de Newgrange do Conjunto Arqueológico do Vale do Boyne, na Irlanda


O Túmulo de Newgrange do Conjunto Arqueológico do Vale do Boyne, na Irlanda. Vista externa. Imagem: Laalcazaba.

Newgrange é uma tumba do Conjunto Arqueológico do Vale do Boyne, no Condado de Meath, na Irlanda, um dos mais famosos sítios pré-históricos do mundo e o mais famoso da Irlanda.

O Conjunto Arqueológico do Vale do Boyne (ou Brú na Bóinne, em inglês: Palace of the Boyne) é um importante complexo de pedras Neolíticas localizado em um amplo meandro do Rio Boyne, na Irlanda. Mais tarde, na Idade do Ferro, foi utilizado como local para enterros. Os Normandos se estabeleceram na área na Idade Média. É considerado um Património Mundial da Irlanda.

O local tem importância para a Arqueoastronomia. Newgrange e Dowth, pontos específicos do complexo, têm alinhamentos solares no Solstício de inverno, enquanto que outro ponto, chamado Knowth tem um alinhamento solar no Equinócio.

 Newgrange foi construído de modo que, ao nascer do sol do dia mais curto do ano (solstício de inverno), um fino raio de sol ilumina por pouco tempo o piso da câmara no final de um longo corredor.

Foi construída originalmente entre 3300 e 2900 AC, mais de 500 anos antes da Pirâmide de Quéops no Egito. Também precede Stonehenge em mais de 1.000 anos. No período Neolítico, Newgrange continuou como um local de cerimônias.

Newgrange parece ter sido usada principalmente como uma tumba. Foram encontrados restos humanos cremados de cinco indivíduos. O sol parece ter sido um importante elemento nas crenças religiosas do Neolítico.

 
 O Túmulo de Newgrange do Conjunto Arqueológico do Vale do Boyne, na Irlanda. Vista externa do muro lateral. Imagem: Laalcazaba.

O alinhamento solar em Newgrange é ainda muito preciso se comparado a outros fenômenos, tais como o que acontece nas Ilhas Órcades, perto da costa de Escócia.

De acordo com a Mitologia irlandesa, Newgrange era um dos Sídhes (montes) onde Tuatha Dé Danann vivia. Foi construído pelo deus Dagda. De acordo com a lenda, o herói Cú Chulainn nasceu lá. Contudo, a maioria dos ciclos místicos associados com Newgrange datam da era Céltica da mitologia e da História da Irlanda.

Os mistérios da história humana na Irlanda.

A cultura megalítica detém mistérios emocionantes da história humana. A Irlanda mostra, como em muitos outros aspectos de seu passado, como um espaço sagrado é imortalizado pelos antigos monumentos projetados para durar até o fim dos tempos.

 Vista frontal do Túmulo de Newgrange do Conjunto Arqueológico do Vale do Boyne, na Irlanda. Imagem: Laalcazaba.

Houve um tempo na história em que a espiritualidade humana expressava-se através da pedra.
Milhões de toneladas foram transportadas, decoradas, verticalmente em prol da espiritualidade e da mística. Cerca de 6.000 anos atrás, a cultura começou a ganhar força na Europa. Eles sabiam a arte da tecelagem, e praticaram enquanto aperfeiçoavam o primeiro conhecimento precioso e emergentes da metalurgia e manipulação de rudimentos de metal e, pela primeira vez, também eram caçadores-coletores, agricultores. Eles adoraram a terra, mortos e natureza e nos deixaram, desde o Mediterrâneo ocidental para o Báltico, seus monumentos de pedra característicos: os megálitos. Este imenso trabalho que durou milhares de anos, revela a realidade preocupante que essas sociedades antigas tiveram com a eternidade e o notável conhecimento construtivo e astronômicos.

Cerca de 40 km, a noroeste de Dublin em um meandro de largura formado pelo rio Boyne, o lugar de Brú na Bóinne (em gaélico, "Palácio do Boyne"), não muito longe de Tara, a montanha sagrada dos antigos reis irlandeses e cenário épico , do país mitológico. Tradição celta subseqüente (que nada tem a ver com as construções megalíticas), insiste em que os restos mortais de alguns dos seus reis estavam enterrados ali.

Vista externa de parte da parede lateral do Túmulo de Newgrange do Conjunto Arqueológico do Vale do Boyne, na Irlanda. Imagem: Laalcazaba. 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.