-

-

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Estudo sobre as origens e símbolos presentes na bandeira do Estado do Rio Grande do Sul.



Bandeira da Província de São Pedro do Rio Grande do Sul. Criada oficialmente por meio de decreto do dia 12 de novembro de 1836, não apresentava o brasão e era quadrada. Imagem: Vexilologia.

De 1835 a 1845, o Sul do Brasil foi tomado por uma Revolução, cujo foco foi a então província de São Pedro do Rio Grande (atual Rio Grande do Sul) que tomou o nome de Revolução Farroupilha, cujas origens se devem às insatisfações da população quanto às políticas imperiais e acabou por fazer surgir a República Rio-Grandense.

De acordo com alguns historiadores, a bandeira farroupilha foi desenhada em Buenos Aires, por Tito Lívio Zambeccari, republicano italiano que lutou no Rio Grande do Sul , ao lado de Bento Gonçalves. No livro História da República Rio-grandense  do historiador Dante de Laytano, o autor diz que a  bandeira foi desenhada por João de Deus, um republicano paulista.

Muito se discute o significado da bandeira adotada, a opção da cada um vai de acordo de como se vê o movimento revolucionário, mas parece correta a interpretação que diz que eram as cores da bandeira Imperial separadas pelo vermelho da Guerra e da república, mostrando assim mais um cunho  federalista do que secessionista em si. 

A bandeira era quadrada e não apresentava o brasão da República Rio-grandense, foi criada oficialmente por meio de decreto do dia 12 de novembro de 1836 , assinado por Gomes Jardim e Domingos José de Almeida.

Com o fim da revolução farroupilha, ante o armistício assinado com as forças imperiais  a bandeira não caiu em esquecimento, há registro de seu uso numa brigada de voluntários gaúchos na Batalha de Tuiuti (24.05.1866)  na Guerra do Paraguai, que foi a maior batalha campal da América do Sul e em que os aliados foram vitoriosos.

 Símbolo da então Província de São Pedro do Rio Grande do Sul, usada nos navios mercantes. Imagem: Vexilologia.

Consta ainda, como símbolo da então Província de São Pedro do Rio Grande os galhardetes ditos de registro, que indicavam a província de origem dos navios mercantes brasileiros, tal informação consta do álbum da Marinha francesa “Pavillons”, de 1858 (Album des pavillons, guidons et flammes de toutes les puissances maritimes).Esses galhardetes tinham a forma retangular, aproximadamente 1:16 e eram confeccionados de

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.