segunda-feira, 22 de outubro de 2012

A Primeira Guerra Mundial. Parte IV. Consequências da Guerra


Mapa político da Europa em 1914, antes da Primeira Guerra Mundial. Imagem: História Viva.

As ofensivas de 1918 se constituíram o inicio do fim da  Primeira Guerra Mundial. Novas armas bélicas foram utilizadas no conflito, além do uso de tanques e aviões de caça para bombardeios e também a chegada de um grande contingente de soldados norte-americanos (aproximadamente 1,2 milhão de soldados).

A entrada dos EUA reforçou a capacidade bélica da Entente, entretanto a saída da Rússia possibilitou a invasão da Itália e da França pela Alemanha. Mas a força bélica da Tríplice Entente conseguiu vitórias fundamentais sobre a Tríplice Aliança em territórios franceses.
No final de 1918, a Alemanha não tinha mais possibilidade de vencer a guerra e a população alemã forçou o imperador Guilherme II a abdicar do trono. Posteriormente foi instalada a república na Alemanha e decretada a sua derrota militar.

1-Mais de 60 milhões de homens participaram da guerra;

2-Cerca de 9 milhões de pessoas morreram e mais de 20 milhões ficaram incapacitados;

3-Na Rússia, ocorreu a Revolução Comunista;

4-Início da revolução pela igualdade feminina, pois as mulheres assumiram os postos de trabalho porque todos os homens estavam na guerra;

5-A Europa entrou em declínio;

6-A América do Norte inicia sua ascensão com o crescimento dos Estados Unidos como uma grande potência;

7-Início dos regimes autoritários como o nazismo e fascismo;

8-Crise econômica em países como a Rússia, Itália e Alemanha;

9-O Império Turco-Otomano foi acusado de genocídio por terem dizimado a população armênia durante a guerra.

10-A criação doTratado de Versalhes, responsável pela subsequente miséria alemã e italiana que facilitou a ascenção do Nazismo e do Fascismo.

Tratado de Versalhes 

Assinatura do Tratado de Versalhes em 28 de julho de 1919, pela República de Weimar. Imagem: Isto é História.

É um tratado de “paz” que serviu como base para o encerramento da Primeira Guerra Mundial e foi como a continuação do armistício que havia ocorrido no final de 1918. Dentre as diversas imposições no tratado, um dos mais importantes era que a Alemanha era responsável pelos problemas causados na guerra e, com isso, teria que realizar reparações em algumas nações da Tríplice Entente. Além disso, os alemães perderiam partes do seu território, algumas colônias que possuía, restrições no seu exército e indenização a ser paga devido aos diversos prejuízos ocorridos em decorrência da guerra.

Tratado de Versalhes: conjunto de imposições que massacraram a Alemanha no pós-Primeira Guerra. 

O tratado foi assinado em 28 de julho de 1919, pela República de Weimar, que também teve que reconhecer a independência da Áustria. O Tratado de Versalhes causou humilhação para os alemães e diversas crises, como a desvalorização de sua moeda, desemprego e inflação. Esses problemas internos que eles enfrentaram após o tratado contribuíram para sua queda e para o crescimento do nazismo e a ascensão de Adolf Hitler, rumos que levariam a uma Segunda Guerra Mundial.
O artigo 231 do Tratado de Versalhes (a cláusula da 'culpa de guerra') responsabilizou unicamente a Alemanha por todas as 'perdas e danos' sofridas pela Tríplice Entende durante a guerra obrigando-a a pagar uma reparação por tais atos. O montante total foi decidido entre a Tríplice Entente na Comissão de Reparação. Em Janeiro de 1921 esse número foi oficializado em 269 bilhões de marcos, dos quais 226 bilhões como principal, e mais 12% do valor das exportações anuais alemãs - um valor que muitos economistas consideraram ser excessivo. Mais tarde, naquele ano, a dívida foi reduzida para 132 bilhões, o que ainda era considerado uma soma astronômica para os observadores germânicos.

Mapa político da Europa, após a Primeira Guerra Mundial. Imagem: História Viva.
Os problemas econômicos que tal pagamento trouxe, e a indignação alemã pela sua imposição são normalmente citados como um dos mais significantes fatores que levaram ao fim da República de Weimar e ao início da ditadura de Adolf Hitler, que levou à II Guerra Mundial.

COPYRIGHT ATRIBUIÇÃO - NÃO COMERCIAL © 

Copyright Atribuição –Não Comercial© construindohistoriahoje.blogspot.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Atribuição-Não Comercial.  Com sua atribuição, Não Comercial — Este trabalho não pode ser usado  para fins comerciais. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Construindo História Hoje”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Construindo História Hoje tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para http:/www.construindohistoriahoje.blogspot.com.br. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Construindo História Hoje que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes e seus atributos de direitos autorais.



Você quer saber mais? 

BECKER, Jean-Jacques. Tratado de Versalhes. São Paulo: UNESP, 2011.

RUTH, Henig. O Tratado de Versalhes (Coleção Princípios). São Paulo: Ática, 1991 .

































Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.