-

-

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Cota social para alunos de escola pública nas faculdades


Cotas Sociais Sim! Imagem: Construindo História Hoje.

A Presidente da República já sancionou o Projeto de Lei da Câmara que assegura metade das vagas por curso e turno das Universidades Federais a estudantes que tenham feito o ensino médio na rede pública. No Distrito Federal, desde 2004 a Lei 3.361, já garante, no mínimo, 40% das vagas em universidades públicas distritais para alunos vindos de escolas públicas.

Podemos comemorar está vitória, pois já há médicos formados pela Faculdade de Enfermagem do DF Fepecs) garantidos por essa lei.

 “A visão é fazer justiça social e ao mesmo tempo trabalhar projetos que valorizassem a escola pública e trouxesse ascensão social e profissional a esses alunos”.
“Estão nas escolas públicas pessoas que não têm renda suficiente para pagar escolas da rede privada. Estamos abrindo uma porta e possibilitando uma ascensão de classes”. 

Outro aspecto positivo da lei é que ela valoriza a escola pública. “Onde temos o principal fator de evasão escolar? É no ensino médio, período em que a pessoa não tem formação profissional e não tem uma perspectiva de fazer uma faculdade. Então, quando se cria uma reserva de vagas para egressos de escolas públicas, os alunos de ensino médio que querem chegar à faculdade têm um estímulo a mais”. 

Com isso contribui para diminuir a evasão escolar e ao mesmo tempo, esses alunos , seus pais e familiares irão cobrar mais da escola, dos professores e dos diretores. “E aí, os professores e diretores sendo mais cobrados, vão cobrar mais do sistema governamental para que a escola tenha melhores condições de preparar esses alunos”. 

Entre outros benefícios da lei, é a isenção do pagamento da taxa de vestibular, da inscrição, e que os alunos ainda têm direito a um valor que garanta a eles transporte e livros. “Agora a área federal está trabalhando nesse sentido, enquanto nós já tínhamos uma iniciativa pioneira aqui no Distrito Federal. A lei já está em vigor”, comemoremos.

COPYRIGHT ATRIBUIÇÃO - NÃO COMERCIAL © 

Copyright Atribuição –Não Comercial© construindohistoriahoje.blogspot.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Atribuição-Não Comercial.  Com sua atribuição, Não Comercial — Este trabalho não pode ser usado  para fins comerciais. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Construindo História Hoje”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Construindo História Hoje tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para http:/www.construindohistoriahoje.blogspot.com.br. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Construindo História Hoje que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes e seus atributos de direitos autorais.


Você quer saber mais? 










LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.