-

-

sábado, 18 de junho de 2011

Deus abençoe os húngaros!

“Deus abençoe os húngaros!”, ou, segundo algumas outras traduções, “Deus salve a Hungria!”, é a primeira frase do hino nacional da Hungria e agora também o subtítulo do preâmbulo da nova Constituição húngara, que deve entrar em vigor no dia 1º de janeiro de 2012.

Pelo que temos lido acerca de tal Constituição e, particularmente, pelos trechos dela vertidos ao português que tivemos a oportunidade de ler, julgamos que ela se inspira, antes e acima de tudo, nas lídimas tradições cristãs da nação húngara, merecendo, pois, a nossa sincera e comovida admiração. O referido preâmbulo, com efeito, reconhece “o papel do cristianismo na preservação da nossa nacionalidade” e afirma que “estamos orgulhosos pelo fato de o nosso rei Santo Estevão haver criado o Estado húngaro e colocado nossa pátria como parte da Europa Cristã”, salientando, ainda, o papel da Hungria na batalha, travada ao longo dos séculos, em defesa da Europa, em alusão à resistência húngara contra os turcos otomanos e, mais tarde, contra os soviéticos.

Pelo que fomos informados, ademais de professar seguidas vezes sua adesão à defesa da Cristandade, a nova Constituição húngara faz referência à “Santa Coroa” que pertenceu ao grande Rei Santo Estevão e com a qual dezenas de outros reis húngaros foram coroados ao longo dos tempos, a considerando um símbolo da nacionalidade magiar.

A nova Constituição da Hungria corajosamente sustenta que a Família é a “base para a sobrevivência da nação”, estabelecendo vantagens fiscais e eleitorais para os agregados familiares maiores, “protege a instituição do casamento”, “relação matrimonial voluntariamente estabelecida” “entre o homem e a mulher”, afastando claramente o nefando “casamento” homossexual, e protege a vida humana desde a concepção, criminalizando o aborto.

A referida Carta Magna dispõe, ainda, no sentido de que o Estado deve ser responsável pela defesa dos húngaros fora do país, nomeadamente apoiando “os seus esforços para preservarem a cultura húngara” e dispõe também no sentido e de que passam a ser exigidas maiorias de dois terços no Parlamento para aprovação de leis da União Europeia.

Como é natural, uma Constituição como a nova Constituição da Hungria não está agradando nem um pouco aos corifeus liberais da União Europeia, cuja Constituição criminosamente sequer faz referência ao Cristianismo e se afasta profundamente dos preceitos da Doutrina Cristã, dos ditames da Lei Divina e da Lei Natural, e agrada menos ainda à “esquerda” europeia. E por falar em “esquerda” europeia, o sítio do Grupo Parlamentar Europeu do Bloco de Esquerda, em artigo contra a referida Constituição, a resumiu no trinômio “Deus, Pátria, Família” [1]. Ora, tal trinômio representa, na expressão do pensador italiano Marcello Veneziani, a “trindade tradicional”, isto é, a trindade pela qual comumente se exprime a Tradição [2], e é o lema do Integralismo Brasileiro, assim como o foi do Estado Novo de Oliveira Salazar em Portugal, sendo a antítese de tudo o quanto representam o liberalismo, a União Europeia e a “esquerda” socialo-comunista.

Seja esta nossa singela homenagem à Hungria e ao seu povo, neste momento em que sua nova Constituição afirma as Tradições Cristãs Nacionais, a Vida, a Família como base da Sociedade e os mais sadios Patriotismo e Nacionalismo. Certos de que a nova Constituição húngara marca o início do renascimento daquela nação e esperando que o exemplo da Hungria seja seguido por outros países, encerramos nosso artigo com um sincero

“Deus abençoe os húngaros!”

Victor Emanuel Vilela Barbuy
Presidente Nacional da Frente Integralista Brasileira

[1] Constituição húngara: Deus, Pátria, Família. Disponível em: http://www.beinternacional.eu/pt/noticias/1603-constituicao-hungara-qdeus-patria-familiaq. Acesso em 2 de maio de 2011.

[2] VENEZIANI, Marcello. De pai para filho: Elogio da Tradição. Trad. de Orlando Soares Moreira. São Paulo: Edições Loyola, 2005, p. 138.

Você quer saber mais?

http://www.integralismo.org.br/?cont=781&ox=89

http://osigmareluzente.blogspot.com/2011/05/deus-abencoe-os-hungaros.html

NIGHT ANGEL. Formulário de denúncias da Polícia Federal vai abastecer mecanismo de busca parecido ao do Google


Josie Jeronimo, Do R7 de Brasília

As informações sigilosas que vão abastecer o formulário eletrônico (http://nightangel.dpf.gov.br/) lançado pela Polícia Federal para denúncias de sites que divulguem conteúdo de pornografia infantil ou assuntos que incentivem pedofilia vão abastecer um programa de varredura parecido ao usado pelos mecanismos de busca de sites de pesquisa como o Google. O rastreamento utilizado pela PF usa robôs que varrem a internet em busca de conteúdo relacionado à pedofilia. O diretor da divisão de Direitos Humanos da PF, delegado Stenio Santos Souza, diz que os links que serão indicados pelos internautas que fizerem denúncias serão cruzados com informações da base de dados da PF, em uma triagem para confirmar a existência de conteúdo ilícito na página da internet.

- Em termos de proteção à criança todo mundo é polícia, ninguém pode se omitir.

Souza acrescenta que o formulário vai incrementar o trabalho da polícia, pois antes o rastreamento era feito manualmente, com a visita página a página.

O trabalho da PF será feito em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência e a ONG SaferNet. O diretor de prevenção da ONG, Rodrigo Nejm, diz que o formulário eletrônico vai auxiliar o internauta que sabe de um conteúdo ilícito, mas se omitia para não ter a imagem exposta.

- A denúncia será feita sem que o internauta tenha de ir a uma delegacia de polícia para registrar a denúncia.

Além da pornografia infantil, o formulário eletrônico da PF também vai receber denúncias em relação a crimes de ódio (relacionados a preconceito racial, sexual e religioso) e genocídio.

De acordo com o delegado da PF, as regiões Sul e Sudeste estão no topo "da cadeia predatória" da divulgação de pornografia infantil.

Com o método do formulário eletrônico a polícia vai investigar dez vezes mais pedófilos do que investiga atualmente. Souza afirma que a maior dificuldade da polícia é a falta de cadastro dos internautas, pois os dados do usuário não são liberados pelos provedores de acesso.

- A gente vai pegar o dado para investigar, a gente não vai pegar simplesmente o dado e fazer a prisão.Link
Você quer saber mais?

http://nightangel.dpf.gov.br/

http://www.safernet.org.br/site/denunciar

http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/formulario-de-denuncias-da-policia-federal-usa-mecanismo-de-busca-parecido-ao-do-google-20091112.html

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.