-

-

terça-feira, 12 de abril de 2011

Herói e desbravador, João Ribeiro de Barros completa 111 anos.

Muitas personalidades da história do Brasil tiveram a oportunidade de envergar a Camisa-Verde Integralista nos anos 30, porém pouco é escrito sobre esses heróicos Integralistas, que acabaram tendo essa importante passagem política pelas fileiras Integralistas apagada de sua biografia. Entre essas figuras impares está o aviador natural da cidade de Jaú – SP, João Ribeiro de Barros (1900 – 1947), que no mês de abril completaria 111 anos.

Com um grupo de companheiros foi um dos principais desbravadores da travessia aérea do Atlântico Sul, ocorrida em 1927, a bordo do hidroavião Jahú. Sem financiamento do Governo Federal, que declarava a empreitada impossível, e enfrentando sabotadores, João Ribeiro de Barros se desfez dos seus próprios recursos pessoais e iniciou sua viajem sem escala na ilha de Santiago, Cabo Verde, pousando triunfante na enseada norte de Fernando de Noronha, Brasil.

Nos anos 30, durante a Revolução Constitucionalista, participou como voluntário do conflito, doando todo o ouro que possuía, inclusive medalhas e troféus recebidas pelas suas façanhas como piloto para campanha “Doe Ouro para o bem de São Paulo”. Teve um dos seus aviões confiscado pelo Governo Federal, momentos antes de decolar, e foi preso pela policia política do ditador Getulio Vargas acusado de editar um jornal clandestino, logo foi posto em liberdade por falta de provas.

Mesmo realizando façanhas inéditas, sem nenhum tipo de apoio, João Ribeiro de Barroso conquistou títulos, prêmios e homenagens Nacionais e Internacionais, porém seu reconhecimento como Herói Nacional pelo Governo Federal só ocorreu na década de 70 quando foi finalmente foi erguido um monumento em sua homenagem no Município onde nasceu, sendo assim finalmente colocada em destaque sua figura no Panteon Nacional, lembrando para a população que não existem triunfos impossíveis.

Autor: Jorge Figueira

Referencia imagem: Jornal A Offensiva N°66 - 17-08-1935 - ANO II, pág.1

Você quer saber mais?

http://www.integralismo.org.br

http://www.historia-do-prp.blogspot.com

50° Aniversário da primeira viagem do homem no espaço.

Hoje se comemora uma das maiores conquistas humanas, pela primeira vez um homem rompeu as barreiras da Terra, e alcançou o espaço. É um dia que deve ser lembrado para sempre por nossos descendentes, pois independente de qual nação realizou esse feito, foi uma conquista humana que influência hoje, e influenciará no futuro o destino de nossa espécie como civilização.

Foi apenas o começo de uma grande jornada. O primeiro homem a ir ao espaço foi o cosmonauta soviético Yuri Alekseievitch Gagarin, piloto militar e cosmonauta soviético (Klouchino, distrito de Gjatsk, hoje Gagarin, região de Smolensk, 1934 – região de Vladmir 1969). Filho de carpinteiro, o astronauta soviético fez o curso de moldagem metalúrgica, diplomando-se em 1955. Começou a voar ainda quando estudante, ligando-se Á Força Aérea soviética em 1957. No dia de seu histórico lançamento foi promovido a major. Esteve no Brasil em 1961.

Ao 27 anos de idade, foi o primeiro homem a realizar um vôo espacial, ao redor da Terra em sua cápsula Vostok I em 12 de abril de 1961, realizando, em 108 minutos, uma volta em torno da Terra, à distância máxima de afastamento alcançado em seu vôo de foi de 327.019 km da Terra. E proferiu a famosa frase "A Terra é azul".

Para os astronautas sobreviverem nas condições hostis do espaço eles devem estar protegidos por um ambiente artificial no interior de uma roupa espacial ou da espaçonave. O meio ambiente artificial protege os astronautas com pressão e uma atmosfera respirável, livrando-os da radiação e dos micrometereoróides, e regula a temperatura do seu corpo.

Vostok I, primeira cápsula espacial tripulada soviética, monoplace, com massa de cerca de 4,5 t. a Vostok I levou ao espaço o primeiro cosmonauta, Yuri Gagarin. Cinco outras Vostoks voaram entre 1961 e 1963.

Uma das cápsulas espaciais soviéticas Vostok (após seu retorno à Terra).

Esquena da roupa espacial da vostok (URSS)

Você quer saber mais?

ENCICLOPÉDIA BARSA. Rio de Janeiro : Encyclopaedia Britannica Editores Ltda, 1975. v.12.

GRANDE ENCICLOPÉDIA LAROUSSE CULTURAL. São Paulo: Enciclopédia Larousse. Nova Cultura Ltda, 1998. v. 8.

ATLAS VISUAL: UNIVERSO E DINOSSSAUROS. Porto Alegre: Ed. Ática, 1995.v.1.

http://construindohistoriahoje.blogspot.com/search/label/6549846519648

O Ser Integralista: A distinção entre Ideologia e Doutrina

“Acima dos regimes, que tudo prometem, existe o próprio Homem, cuja personalidade cumpre preservar, e acima do Homem existe o seu Criador, para cujo seio devemos dirigir os nossos passos na terra, através de tão curta passagem por este mundo”. (Plínio Salgado).

Repetidas vezes, e com razão, fora afirmado por nós integralistas que o Integralismo não é uma ideologia tal como tantas outras, mas uma doutrina. É verdadeiramente um abismo que separa a ideologia de uma doutrina legítima sobretudo quando se considera o homem como Indivíduo (aquele que não pode ser dividido) enquanto ser dentre outros seres.

Para entender esta diferença é preciso ter em consideração a distinção de doutrina e da ideologia. A ideologia em seu aspecto fundamental passa a de certa forma ter independência dos sujeitos a que se refere no sentido de que é um conjunto de ideias que é criado por homens, evidentemente, mas cuja aplicação pouco depende do que o Homem (com a primeira letra maiúscula) seja de fato. Nisto se entende sendo a verdadeira distinção do Integralismo a qualquer Ideologia; o homem pode ser definível enquanto ente material, homem subsumido no gênero animal, porém indefinível em seu aspecto espiritual, uma vez que o homem é uma centelha do Ser Absoluto -como bem lembra Gustavo Barroso na obra O Espírito do Século XX.

Rafael Sandoval
Coordenador da Região Centro-Oeste e Presidente da FIB-DF

* Texto originalmente publicado em: Ação! N° 2, 2011. Pág. 3 - Suplemento Distrito Federal.

Leia o restante da matéria ->

Você quer saber mais?

http://integralismo.org.br/?cont=781&ox=83

http://historia-do-prp.blogspot.com/2011/04/plinio-salgado-e-eduardo-gomes-juntos.html

http://integralismo.blogspot.com/2011/04/democracia-integral.html

http://noticiasdosigma.blogspot.com/2011/04/n-2-de-acao.html

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.