-

-

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Vamos falar de Democracia.

Sobre a Democracia

Democracia não se transplanta. Democracia não se improvisa. Democracia não se impõe por decreto!

A Democracia constrói-se. A construção de uma Democracia é um processo dinâmico, complexo e abrangente, que exige a participação de toda a sociedade.

Esse processo não se limita apenas à realização de uma eleição , ou à divisão dos poderes ou ainda à redação de uma carta constituinte, mas também e, principalmente em um pocesso de reformulação cultural que tenha como objetivo educar a sociedade, conscientizá-la da responsabilidade que lhe cabe nesse processo.

Vivemos hoje sob a nefasta influência de uma cultura apátrida, irresponsável. Cultura do descompromisso, onde cada um se atribui a si mesmo o direito de não ter deveres!

A construção de uma Democracia é responsabilidade! Para isso a sociedade tem que ser educada. Educar uma sociedade é repetir-lhe mil vezes aqueles princípios básicos, valores imutáveis: verdade, justiça; honestidade, trabalho!

Enquanto prevalecer a cultura do descompromisso não alcançaremos o equilíbrio social, base fundamental, alicerce para construção de uma Democracia autêntica.

Essa reformulação cultural de que falamos, no entanto, não acontecerá de baixo para cima. Não se fará apenas com palavras. Ela terá que vir de cima para baixo, através dos exemplos daqueles seguimentos mais esclarecidos da sociedade, principalmente daqueles que eleitos, nomeados ou concursados têm, por dever de ofício, a responsabilidade de ser para os demais membros da sociedade, exemplo de honestidade, de retidão; de equilíbrio e de sensatez.

Motivos de orgulho para todos e não motivo de constrangimento! O povo quer sentir firmeza! O povo quer confiar nos governantes. Confiar nas instituições. Confiar nos políticos!

Vamos cobrar daqueles que assumiram conosco o compromisso de nos representar, seja no Executivo, no Judiciário ou no Legislativo.

Vamos cobrar ética (?)

Vamos cobrar decoro (?)

Vamos cobrar honradez.

Vamos cobrar honestidade.

Vamos cobrar competência.

Basta de CPI’s que não levam a nada. Discussões inúteis, de interesse puramente político, que no fim se limitam apenas à tentativa de provar que os corruptos do governo são mais corruptos que os corruptos da oposição, ou vice-versa.

Basta de discursos vazios. Basta de estatutos que não correspondem à nossa realidade social.

Vamos falar dos deveres do cidadão. Com firmeza. Com decisão!

Vamos repetir mil vezes: Cidadania é compromisso. Cidadania é responsabilidade.

A Fórmula Definitiva

Povo consciente e responsável...Políticos honrados e competentes... Leis e instituições justas e eficazes! Equilíbrio social perfeito... Nação próspera e feliz... Democracia Plena!

Não existem duas fórmulas. Não existem dois caminhos! Ou investimos nessa “utopia” ou abrimos mão da esperança de, um dia, chegarmos a ser uma nação!

Você quer saber mais?

http://construindohistoriahoje.blogspot.com/search/label/INTEGRALISMO

http://www.integralismo.org.br

http://www.historia-do-prp.blogspot.com

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.