-

-

domingo, 2 de janeiro de 2011

Pesquisa aponta que eleitores não lembram em quem votaram.

Pesquisa do TSE constatou que os eleitores não lembram dos deputados e senadores que votaram

Uma pesquisa encomendada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) demonstrou que, menos de dois meses após o primeiro turno das eleições, cerca de um quinto dos eleitores do Brasil já esqueceu em quem votou. De acordo com o levantamento, o esquecimento é maior para os cargos de deputado estadual, deputado federal e senador. Por outro lado, a escolha dos candidatos para a presidência da República e para o governo do Estado ficou bem marcada na memória do eleitor.

No caso dos deputados estaduais, 23% dos eleitores afirmaram já não lembrar em quem votaram. Já 21,7% dos eleitores não lembram o candidato que escolheram para deputado federal. No Senado, o índice de esquecimento foi de 20,6%. E os macaenses podem ser enquadrados entre os que já não se recordam de seus votos nas eleições deste ano. É o caso de Mateus Ferreira, de 28 anos, por exemplo:

- Na última eleição, pensando rápido assim, só me lembro claramente de quem votei para presidente, um dos senadores e para deputado federal. São os únicos três que me recordo. Os outros precisaria de mais tempo para pensar.

A escolha para presidente foi a que mais marcou os eleitores, já que 89,9% dos eleitores lembraram o candidato escolhido. Para governador, o resultado foi 80,6%. Estes são exatamente os únicos cargos para os quais Geni Sales, de 65 anos, afirmou se recordar dos seus candidatos: “Lembro só de quem votei para presidente e governador, confesso que para os outros esqueci. Foram muitos candidatos. Fiquei confusa até na urna, na hora de votar”, disse.

Rita de Cássia Favaro afirmou lembrar de todos os candidatos que receberam seu voto, mas para ela, em geral, os eleitores têm memória curta: “Eu lembro de todos os candidatos em que votei, mas brasileiro tem memória curta mesmo. Principalmente porque foram vários candidatos e ainda teve segundo turno”, afirmou, lembrando que nas eleições municipais é mais fácil de lembrar.

A pesquisa do TSE ouviu duas mil pessoas, entre 16 e 70 anos, de 136 municípios, divididos em 24 Estados. A margem de erro é de 2,2% para mais ou menos.

Será que o erro está no eleitor ou no sistema eleitora?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.