-

-

sábado, 8 de janeiro de 2011

CIDADANIA E OUTROS CONCEITOS.


Sobre a cidadania propriamente dita,

O que faz do individuo um cidadão não e apenas o fato de ele saber reivindicar o seus direitos, mas também e principalmente a maneira como ele assume as responsabilidades que lhe cabem perante uma sociedade da qual ele é parte integrante.

Sobre o equilíbrio social,

O equilíbrio social não depende apenas das ações do governo, por mais justas e eficazes que sejam suas leis e suas instituições, mas também, e principalmente, da soma das atitudes de cada cidadão, independentemente da posição que este ocupe na escala social. Seja ele um membro integrante do primeiro escalão do governo ou simples servidor, um grande empresário ou um operário de fabrica; um rico fazendeiro ou um pobre lavrador.

A fórmula para o equilíbrio social,

Povo consciente e responsável...Políticos honrados e competentes. Leis e instituições justas e eficazes...Nação próspera e feliz! Democracia Plena! Não existem dois caminhos... Não existem duas fórmulas! Ou investimos nessa “utopia”, ou abrimos mão do sonho de, um dia, chegarmos a ser uma Nação.

A melhor forma de Governo,

Se os políticos fossem honestos o parlamentarismo seria, sem dúvida, a melhor forma de governo. Mas... se os políticos fossem honestos, o presidencialismo também seria uma ótima forma de governo. Nós partimos do pressuposto de que homens honrados e competentes fazem bons governos. O mais e decorrência!

Ainda sobre o melhor Governo,

O melhor governo não e aquele que da a cada um o direito de fazer o que quer, mas aquele que tem o poder de garantir a todos, sem paternalismo e sem privilégios, as condições necessárias para que cada um possa exercer os seus direitos fundamentais.

Sobre a Liberdade,

A liberdade é um dom, não é uma concessão especial... O homem é livre por natureza. O homem nasce livre. Não é o governo que lhe outorga a liberdade. Cabe ao governo, isto sim, preservar as condições necessárias para que o homem, no pleno gozo de sua liberdade, possa exercer o direito sagrado de realizar-se, segundo seus próprios ideais.
Autor.
Pedro Baptista de Carvalho
Presidente da Casa de Plínio Salgado

Você quer saber mais?

http://www.integralismo.org.br

http://construindohistoriahoje.blogspot.com/search/label/INTEGRALISMO

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.