-

-

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Espiões cubanos deram assessoria a Chávez, mostra WikiLeaks.

Presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

CARACAS (Reuters) - Os serviços de inteligência cubanos prestaram assessoria direta ao presidente da Venezuela, Hugo Chávez, como parte daquilo que um diplomata norte-americano chamou de "Eixo da Travessura", segundo uma comunicação sigilosa divulgada pelo site WikiLeaks.

A comunicação diplomática dos EUA, datada de 2006 e divulgada na quarta-feira, releva a preocupação de Washington com a influência cubana na Venezuela, um dos principais fornecedores de petróleo para o mercado norte-americano.

"Embora o impacto econômico dos cubanos trabalhando na Venezuela possa ser limitado, a inteligência cubana tem muito a oferecer para os serviços de inteligência antiamericanos da Venezuela", diz a comunicação postada no site do WikiLeaks.

Em seus 12 anos como presidente da Venezuela, Chávez estabeleceu uma forte aliança com o regime comunista cubano, subsidiando a venda de petróleo ao país, em troca do envio de milhares de médicos e consultores cubanos para a Venezuela.

Ele criou milícias semelhantes às existentes em Cuba para defender seu governo, e especialistas há muito tempo dizem que os serviços cubanos de inteligência treinam seguranças de Chávez.

O novo documento sugere que Chávez confia nas informações cubanas quase mais do que nos seus próprios serviços de inteligência.

"Os agentes cubanos de inteligência têm acesso direto a Chávez e frequentemente lhe fornecem informações que não são verificadas por agentes venezuelanos", diz o documento.

"Relatos estratégicos indicam que os laços de inteligência entre cubanos e venezuelanos são tão avançados que as agências dos dois países parecem estar competindo entre si pela atenção da RBV (República Bolivariana da Venezuela)."

A comunicação é parte dos mais de 250 mil documentos do Departamento de Estado que o WikiLeaks vem divulgando nesta semana em seu site ou por meio da imprensa. O site não revela como obteve os documentos.

Essa comunicação havia sido considerada sigilosa pelo seu autor, o então conselheiro político da embaixada dos EUA em Caracas, Robert Downes.

O título do relatório era "O Eixo da Travessura Cuba/Venezuela: a Visão de Caracas", numa aparente referência ao "Eixo do Mal", expressão criada pelo ex-presidente George W. Bush para se referir a três inimigos dos EUA - Coreia do Norte, Irã e o Iraque do ditador Saddam Hussein.

(Reportagem de Frank Jack Daniel)

Você quer saber mais?

http://br.reuters.com/

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.