-

-

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Relembrando a memória Integralista. O "massacre na cidade de Campos dos Goytacazes - RJ".

Antigo patch integralista produzido nos anos 30 de forma artesanal. Este símbolo era usado nas camisas-verdes ao lado do braço, muitos pesquisadores se confundem afirmando que o Sigma era usado de forma similar com a Suástica Nazista, porem como demonstra a imagem nada possuem de semelhante, apenas o local onde se encontravam nas distintas fardas eram iguais.
Imagem: Arquivo Marcus Ferreira

Autor: Jorge Figueira*

Para muitos Integralistas os meses mais importantes são os de abril, por causa das Matinas de Abril e mês o de outubro por causa da data do lançamento do Manifesto Integralista, porém poucos sabem realmente porquê devemos lembrar e reverenciar o mês de agosto, mais especificamente o dia 15 de agosto.

Em 1937 na cidade de Campos dos Goytacazes, RJ, o núcleo municipal da Acção Integralista Brasileira preparava mais um comício em sua região, militantes da AIB de diversos núcleos distritais e de outros municípios começaram a se concentrar por volta das 10:00 horas nas imediações da sede municipal. Às 16:00 horas, centenas de milicianos já desfilavam pelas ruas centrais com suas camisas-verdes e bandeiras azuis. Aproximadamente às 17:00, os legionários do sigma chegaram na praça São Salvador, centro de Campos dos Goytacazes.

Os milhares de integralistas presentes se concentravam em torno do palanque armado em frente à sede municipal para ouvir um dos primeiros oradores, o camisa-verde Sr. Celso Peçanha. Passados menos de cinco minutos do discurso, iniciou-se o tumulto com o próprio orador tendo seu microfone alvejado por uma saraivada de tiros proferida pelos policiais que se encontravam na praça aonde se concentrou o intenso tiroteio, resultando em diversos mortos e feridos, sendo chamado por muitos jornais da época de Carnificina de Campos.

O periódico “A Offensiva” de 17/08/37, ira relatar este fato com a matéria intitulada “Os comunistas praticam um bárbaro massacre na cidade de Campos”. O jornal iria, através do artigo, relatar o papel heróico dos dirigentes integralistas, que apesar de correrem perigo de vida se arriscaram para socorrer os feridos que se encontravam estirados no chão e transportar os sobreviventes para os hospitais. Estes acontecimentos influenciaram a Acção Integralista Brasileira em todo o Brasil, uma resolução do Chefe Nacional Plínio Salgado determinou que temporariamente a utilização do uniforme e insígnia do partido estaria proibida, devido à infiltração de militantes comunistas durante as manifestações para cometer atos violentos e assim denegrir a imagem da AIB perante o povo brasileiro.

O boletim “Bandeira do Sigma” saúda os mártires que tombaram em Campos do Goytacazes, os camisas-verdes Sr. Amaro Miranda, Jose Antenor de Paula Barreto e Amaro Tavares, com três vibrantes Anauês!

Você quer saber mais?

http://www.integralismorio.org

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.