-

-

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Ordem Sigma.

Ordem Sigma - Introdução

Abaixo, segue uma breve apresentação do que constitui a Ordem Sigma, passando por uma introdução da ótica Integralista.

O Integralismo é religião?

Companheiros de todo o Brasil.Todos sabemos do grande esforço que muitos têm empenhado pela causa integralista, bem como igualmente a grande expectativa em torno deste movimento, que já em sua época de novidade e plena atividade, congregou cerca de um milhão de adeptos sob a égide doutrinária: "Deus, Pátria e Família". Sabemos também, que nos dias atuais, devido aos rumos da história, o Integralismo ainda se faz como novidade e assim, não apenas acreditamos em um Brasil melhor, sob a égide já declarada, abraçando o Sigma, símbolo que nos é oferecido como estandarte de uma nova humanidade, como também aceitamos o objetivo de despertar a nossa nação de um sono profundo e sedado pelo sufrágio universal e pela ganância daqueles que supostamente colocamos no poder para nos servir.

É entendido, que temos como objetivo, não apenas lutar ou combater tais engodos, como temos um objetivo ainda maior que é de restaurar, reunir, organizar, edificar, fortalecer e congregar nossos espíritos em UM.
Ainda no medalhão cunhado em razão do jubileu de prata e também no mais recente ao jubileu de diamante, encontram-se as inscrições: "A Mesma Idéia, A Mesma Luta, O Mesmo Chefe", neste conceito, se faz a razão pela qual devemos justificar todas as nossas ações.


Integralismo não é religião.

Tendo sido a nossa doutrina, tão aprofundada nas questões políticas(Pátria) e não menos interessada nas questões sociais(Família), nos apresentou vastos desenvolvimentos da idéia inicial, no decorrer dos anos que se seguiram ao Manifesto de Outubro de 1932, deixando-se ser sobretudo concebida e em seguida, moldada sob a égide Cristã. Deste mesmo modo, tem-se o Integralismo, desde o princípio, declarado Cristão, não sob alguma ordem religiosa cristã específica, nem mesmo a própria doutrina se faz religião. Não fosse assim, diversos companheiros ao longo da história integralista, não teriam somado forças intelectuais, morais e físicas em prol do Integralismo, independente de sua etnia ou sua religião.
Ainda hoje, como antes já declarado que o Integralismo até aos dias de hoje se faz novidade, vários interessados em nossa doutrina, perguntam sobre a natureza espiritualista do Integralismo. Ora, o Integralismo é cristão em sua base moral e faz-se necessário ao meu ver, que a questão moral se baseie em algum princípio. E ei-lo aí: o pricípio do evangelho de Cristo. Porque o homem se faz pela sua formação e sua formação é corpo, mente e espírito. Sendo assim, é nessesário ao homem se alimentar, não apenas de maneira física, como também de maneira intelectual e também moral. O Integralismo é um movimento social, que diferentemente da maioria dos movimentos sociais e políticos do mundo, adota uma postura espiritualista, isto é: apoia a existência de Deus e confessa a Deus como soberano, deixando livre a consciência religiosa particular, é isto.

Deste modo, o Integralismo, denomina-se por ser um movimento que atua nas esferas: social, política e espiritual. Não é atoa que adota a tríade: Deus - Pátria - Família.

Como é "baseado" na questão moral, social e política, de maneira que não se denomina um movimento religioso, é aberto a todos os interessados em ingressar em sua doutrina, independente do credo que professam.

O que é a Ordem Sigma?

A Ordem Sigma, é uma ordem fundamentada na doutrina Integralista, apóia a existência e soberania de Deus, sendo assim, deste mesmo modo, possui todos os valores de ordem social e política e sobre a questão espiritualista, rege-se sob a livre consciência religiosa, tal como o Integralismo o faz com seus integrantes. Foi criada exclusivamente para pertencer ao corpo Integralista, como alternativa espiritualista a seus integrantes, não sendo necessário o desvínculo destes de seu credo religioso particular.

O que a Ordem Sigma pode acrescentar ao Integralismo?

Como sabemos, o Integralismo é amplamente dedicado às questões políticas e socias durante ao longo de sua história e hoje não se faz diferente. Embora tenhamos a percepção soberana de Deus como Integralistas, tendo o Integralismo deixado a mercê de seus integrantes o regimento religioso particular de cada pessoa, não cultivou até onde sabemos atualmente, qualquer organização espiritualista, com o fim de congregar seus integrantes em um só pensamento espiritual. E é justamente a isso que a Ordem Sigma se propõe.
Embora exista a intenção de preencher este campo espiritualista, não existe a pretenção da Ordem Sigma ser a única ordem espiritualista dentro do Integralismo. Como já mencionado, é teor doutrinário desta Ordem, a soberania da vontade divina. Sendo assim, não é correto preciptar-nos a aspectos desconhecidos do campo espiritualista. Tal resposta, virá com o tempo e é claro, confirmações soberanas.

- A Ordem Sigma destina-se a edificação espiritualista do homem-integral e seu desenvolvimento por conseguinte, em todos os campos de seu ser (físico - mental - espiritual).
- Respeitando a consciência espiritualista de cada integrante, afirmamos a existência de Deus, através do estudo da fé e também através do estudo metafísico(o estudo da correlação da energia visível e invisível).
- Além dos diferentes conceitos religiosos que cada integrante possa ter, a Ordem Sigma torna-se como instrumento de coexistência entre integrantes das mais diversas religiões a unirem forças não apenas no campo político ou social no Integralismo, mas ainda, no campo espiritualista. Sendo assim, a manutenção desta Ordem é de suma importância para o homem-integral.


No tocante aos membros da Ordem Sigma, no que difere dos demais Integralistas?


O único aspecto de destaque em relação aos membros da Ordem, é justamente o ponto mais forte desta organização, a saber: a canalização de objetivos em comum, através de práticas metafísicas. Tais objetivos, distinguem-se tanto por serem de ordem particular como do todo. No tocante a estas coisas, tomemos como exemplo práticas metafísicas ao auxílio particular, seja no campo da saúde, do trabalho, dos relacionamentos, etc. No tocante aos objetivos em comum, tomemos como exemplo a prática metafísica pelos objetivos de ordem política do Integralismo.
- Qualquer objetivo declarado a ser alcançado sob a Ordem Sigma, estará a par de ao menos 2 integrantes com número ilimitado a partir de um único objetivo. Sendo desta maneira, a Ordem Sigma, se caracteriza por ser uma organização em prol do homem-integral e do Integralismo, sendo esta então, constituída por instruções e ensinamentos distintos.

O que é necessário para integrar a Ordem Sigma?


Faz-se necessário para integrar esta Ordem:

- Ser integralista

Tal declaração poderá ser confirmada, mediante indicação de um integralista já reconhecido pela Ordem, ou ainda, mediante a apresentação de documento que ateste a filiação em alguma organização integralista também reconhecida.
Atualmente, a Ordem Sigma, funciona sob os cuidados do NIERJ/FIB-RJ, sendo assim, tal reconhecimento pelo NIERJ/FIB-RJ de uma consciência integralista por parte do requerente, já basta para este poder iniciar seus estudos da organização.

- Participar dos estudos oferecidos pela Ordem.

Para requerentes de outras localidades, faz-se necessário adquirir um curso para o entendimento abrangente ao que a Ordem concerne. Da mesma maneira, faz-se necessário o reconhecimento da consciência integralista do requerente, mediante testemunho explícito de outro integralista, seja pessoalmente, ou a distância.

Da confirmação.

A confirmação do requerente como membro desta Ordem, se dará mediante declaração escrita ou verbal do mesmo, dirigida pelo Conselheiro (tutor). Tão logo confirmada a declaração do requerente, este será reconhecido como membro da Ordem.

A Frente Integralista Brasileira e a Ordem Sigma
A todo membro da Ordem, faz-se necessário saber que a Ordem Sigma, encontra-se à dispodição da Frente Integralista Brasileira, velando por seus programas e objetivos, direta ou indiretamente. Entretanto, não é da competência da Ordem Sigma, a filiação a Frente Integralista Brasileira de seus membros, sendo esta responsabilidade exclusiva do requerente. Deste modo, tendo-se declarado a Ordem Sigma a disposição da FIB, entende-se que qualquer um que coopera com a Ordem, estará cooperando de modo direto(sob filiação) ou de modo indireto com a Frente Integralista Brasileira.

Por Robson Peixoto

Você quer saber mais?

http://www.integralismorio.org

http://www.integralismo.org.br

http://www.integralismo.blogspot.com

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.