-

-

domingo, 31 de outubro de 2010

O MERCOSUL, PARA OS INTEGRALISTAS É SONHO ANTIGO.

O Mercosul e o Integralismo

Leonardo Matos*

Muitos desinformados ou mal intencionados falam do Integralismo sem saber realmente o que significa a Ideologia do Sigma. Muitos sabem que se o Integralismo cair novamente no conhecimento público, um levante centena de vezes maior que o da década de 30 irá varrer nossa nação em demonstração de amor e paixão a pátria. O acesso ao verdadeiro Integralismo está sendo facilitado graças a Internet, e com isso os comunas e neoliberais já começam a espernear mentiras sobre o integralismo visando minar nossa inevitável reconstrução. As propostas do Integralismo são coerentes, realistas e por mais antiga que a doutrina seja, suas idéias permanecem atuais.

Um exemplo disso é o Mercosul, que passa nos tempos de hoje por uma séria crise, pois o governo Brasileiro se acovardou e não tomou o comando do Mercosul. O Brasil tem que ser o país líder do Mercosul, pois tem tamanho geográfico e acima de tudo potencial econômico para isso.
Num Estado Integralista, o Mercosul estaria funcionado a pleno vapor, com todos os paises Sul-Americanos potentes economicamente para fazer valer seus direitos Internacionais. Num Governo Integralista o Brasil seria o carro chefe de um bloco econômico forte e nacionalista.
O Mercosul, idéia que para os desinformados surgiu apenas recentemente, para os Integralistas já é um sonho antigo. A prova disso está nessa transcrição do "Manifesto Programa da Ação Integralista Brasileira" (1936), que era o programa que a AIB utilizou na campanha para a eleição presidencial de Janeiro de 1938, e que não aconteceu devido ao golpe de Getúlio Vargas em 10 de Novembro de 1937.

O programa dizia no capitulo que trata da política externa Brasileira:

"Antes de tudo, criar um espírito novo, absolutamente novo, na diplomacia brasileira, reatando as tradições históricas e, ao mesmo tempo, elevando o nível cultural e técnico de todo o funcionalismo do Ministério do Exterior, criando um clima de entusiasmo e supervisão de problemas de ordem externa, renovando a consciência e a mentalidade diplomática, empreendendo assim uma obra de grande envergadura como jamais se imaginou no Brasil. A objetivação de uma unidade moral, cultural, política e econômica na América do Sul; a completa independência do Continente Sul-Americano das influências de estranhos; a uniformidade de ação, a solidariedade completa na solução dos problemas comuns às nacionalidades do Novo Mundo, desde os de ordem econômico-financeira aos culturais - eis um plano a ser executado com firmeza e habilidade, com espírito de fraternidade continental e de brio latino-americano".

E dizia ainda:

"O Integralismo não compreenderá senão como uma vil humilhação para os povos do Continente a mais leve interferência de nacionalidades a ele estranhas na solução de litígios, sejam eles quais forem, entre os países livres da América do Sul. Executar uma política firme, que, gradualmente, extinguindo desconfianças recíprocas, consolide a amizade entre as Nações Latinas do Novo Mundo, marche, com segurança, para a realização de uma grande unidade continental, é um dos grandes propósitos do Integralismo. Pois o Integralismo não deseja apenas a libertação do Brasil, mas de todos os seus irmãos deste hemisfério".

E o programa Integralista trata agora, veja bem, EM 1937, quando a política econômica Sul-Americana ainda era levada no modo "cada um por si", da criação do Mercosul:

"Já é tempo de se pensar na extinção das barreiras alfandegárias entre as Nações sul-americanas, na criação de um Instituto econômico e político, permanente, em que se representarão todos os governos dessas Nações, estabelecendo as bases de uma consciência jurídica própria, de um critério econômico-financeiro uniforme, de uma política homogênea, sem hiatos, sem tergiversações, de uma cultura expressiva das forças profundas da América Latina. Obra para várias gerações, ela se iniciará com a projeção intelectual, econômica e sentimental do Brasil, que só se poderá realizar mediante um novo espírito de política exterior, que o Integralismo pretende criar".

E isso é apenas um dos exemplos, encobertos pela mídia, agente da manipulação histórica anti-integralista, que mostra que o Integralismo mesmo antes de existirem PTs e PSDBs, antes da criação de PMDBs e PFLs, antes da politicagem tomar o lugar da política, em nosso pais, já anunciava e previa todas as medidas que melhorariam a vida do Brasil. Muitas idéias Integralistas hoje são postas em prática. Isso é bom, porém os agentes que põem em prática essas medidas alem de não lembrar o nome do Integralismo ainda o esculacham falsamente quando tem oportunidade.

* Σ – São Paulo – SP

Você quer saber mais?

http://www.integralismo.org.br

http://www.integralismorio.org

http://www.integralismo.blogspot.com

http://www.osigmareluzente.blogspot.com

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.