-

-

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

As histórias do Integralismo contadas pela cidade maravilhosa

As histórias do Integralismo contadas pela cidade maravilhosa


Em 29 de Novembro de 2008 por Jorge Figueira

A cidade do Rio de Janeiro pode se orgulhar de ter sido, durante os anos de 1930, uma importante coadjuvante na história do Integralismo. Apesar de todas as transformações pela qual nossa cidade passou, pode-se através de uma análise minuciosa vislumbrar locais históricos importantes para a Acção Integralista Brasileira (1932-1937).

Muitos desses locais são as ruas e avenidas que movimentam a cidade. Através dos desfiles promovidos pelos camisas-verdes ocorridos no Rio de Janeiro é possível observar a força da AIB. Dentre tantas manifestações podemos destacar a marcha dos 50 mil, onde o Chefe perpétuo do Integralismo, Plínio Salgado, assistiu ao desfile dos integralistas próximo ao saudoso Hotel Glória. Hoje o hotel encontra-se no mesmo local, imponente e deslumbrante, mantendo seu jardim com o mesmo mirante onde Plínio Salgado avistou as tropas Integralistas.

Podemos destacar também o histórico Palácio da Guanabara, residência oficial do então ditador Getúlio Vargas. Esta imponente construção, edificada por volta de 1853, foi cenário de um dos principais eventos do Estado Novo: a tentativa de pôr fim a ditadura varguista pelos Integralistas, liderados por Belmiro Valverde. Infelizmente, a tentativa não obteve êxito, desencadeando a morte e prisão de inúmeros Integralistas pela policia política de Vargas, porém as histórias e mistérios sobre este fatídico onze de maio continuam indissolúveis para a história da civilização brasileira.

Após este desfecho trágico na historia da AIB, poucos sabem o que ocorreu com os Integralistas, na versão oficial sabe-se que muitos foram perseguidos, presos e torturados e outros fugiram para o exílio, mas pouco se fala sobre o que ocorreu com os que foram presos no ato da tentativa de destituir Getúlio Vargas.

Após a prisão, foi instituído o Tribunal de Segurança Nacional para julgar os participantes do assalto ao Palácio Guanabara, este Tribunal ficou hospedado no então colégio Alberto Barth, no bairro do Flamengo. Podemos, graças ao trabalho de conservação da direção da escola municipal, vislumbrar uma edificação que teve um importante papel na história do Integralismo e até hoje é desconhecido para muitos camisas-verdes. Infelizmente não possuímos acesso aos documentos que relatam o processo judicial que ocorreu neste ultrajante Tribunal de Segurança Nacional.

Aconselhamos, portanto, que visite não só estes locais como muitos outros que fizeram parte da historia do Integralismo. A sua simples visita e curiosidade por locais que fazem parte de nossa história podem somar ao interesse pela história do movimento.

Por Jorge Figueira

VOCÊ QUER SABER MAIS?

www.integralismorio.org

http://cafehistoria.ning.com/profile/JorgeFigueira

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.