-

-

sexta-feira, 12 de março de 2010

LEIS RACIAIS NORTE AMERICANAS



Durante o período de Reconstrução dos estados sulistas (1865-1876), após a Guerra de Secessão, leis federais estabeleceram proteção aos direitos civis para os libertos (ex-escravos negros) do Sul. A Reconstrução terminou em datas diferentes nos vários estados (a última, em 1877) e foi seguida em cada estado sulista por governos salvacionistas que aprovaram as leis de Jim Crow para separar as raças. Na Era Reformista, as restrições foram formalizadas e a segregação foi estendida ao governo federal pelo presidente Woodrow Wilson em 1913.


Depois de 1945, o Movimento pelos Direitos Civis ganhou impulso e utilizou as cortes federais para atacar as leis de Jim Crow. A Suprema Corte declarou de jure em 1954, a inconstitucionalidade da segregação nas escolas públicas, e na prática, ela terminou na década de 1970. A decisão da Corte não eliminou a segregação informal ou de facto, a qual sobrevive em grandes cidades. O presidente Lyndon B. Johnson, ao construir uma coalizão de democratas e republicanos nortistas, instigou o Congresso a aprovar a Lei dos Direitos Civis de 1964, a qual imediatamente anulou todas as leis de Jim Crow. Restaurantes, hotéis e teatros (com raras exceções), aboliram a segregação racial. A Voting Rights Act encerrou a discriminação em todas as eleições federais, estaduais e locais.

Você quer saber mais?

http://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:P%C3%A1gina_principal

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"O Homem inventou a máquina. A máquina, agora, quer fabricar homens. E se um dia saírem homens do ventre das usinas, também os úteros das mulheres gerarão homens-máquinas, sem coração, sem afeto, meros aparelhos de produção..."

Plínio Salgado.